Renato Bonin diz que voto a favor foi equívoco e que é contra 13º para vereadores de Osasco

0
O vereador Renato Bonin (PR)

O vereador Renato Bonin (PR) se manifestou, por meio de sua assessoria, dizendo que é contra a aprovação do projeto que determina o pagamento de 13º salário e adicional de férias para os 21 parlamentares de Osasco.

publicidade

Ele avalia que o momento não é propício para a aprovação de um custo extra ao município diante da crise econômica que afeta o país.

Na primeira votação, o voto de Bonin foi computado como a favor do projeto. No entanto, de acordo com a assessoria do vereador, houve um equívoco na hora da votação. “Ele estava ao celular dando uma orientação médica de urgência e não percebeu a hora que foi computado o voto sim”.

publicidade

O parlamentar deve se manifestar oficialmente sobre sua posição na votação do polêmico projeto, que deve ocorrer na terça-feira, 28.

O impacto do novo custo aos parlamentares aos cofres do município ultrapassaria R$ 400 mil por ano. Cada vereador ganha mais de R$ 15 mil por mês.

publicidade

A aprovação do 13º e adicional de férias para vereadores tem aval do Supremo Tribunal Federal, que autorizou o pagamento do benefício aos parlamentares em decisão no início do ano. Para isso, cada município precisa estabelecer sua legislação sobre o tema.

A primeira Câmara Municipal a aprovar 13º e adicional de férias a vereadores foi a de Itapevi.

Comentários