O novo ministro da Cultura, Roberto Freire / Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr

O Palácio do Planalto informou que o deputado federal Roberto Freire (PPS-SP) será o novo ministro da Cultura, após Marcelo Calero pedir demissão do cargo alegando razões pessoais.

publicidade

Em entrevista à Folha de S. Paulo, Calero declarou que estava sendo pressionado pelo ministro Geddel Vieira Lima (Governo) para produzir um parecer técnico para atender a interesses pessoais dele. Geddel, segundo o agora ex-ministro, queria a liberação do Instituto de Patrimônio Histórico e Nacional (Iphan), subordinado ao Ministério da Cultura, para um projeto imobiliário, no qual o ministro de Governo possui uma propriedade, em uma área tombada de Salvador.

Marcelo Calero assumiu o cargo em maio deste ano, após Temer assumir interinamente a Presidência da República. Inicialmente, ele havia sido nomeado secretário nacional de Cultura, órgão que foi vinculado ao ministério da Educação por algumas semanas, mas que voltou a ter autonomia depois de movimentos de grupos culturais contra a medida.

publicidade
Roberto Freire

Roberto João Pereira Freire foi senador entre 1995 e 2002, quando voltou a assumir novamente uma cadeira na Câmara. Ele foi deputado por vários mandatos consecutivos, cinco ao todo, e já passou pelo PMDB e PCB antes de se filiar ao PPS, em 1992.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui