O prefeito de Osasco, Rogério Lins (PTN), se reuniu, na quinta-feira, 27, com representantes das polícias Civil e Militar e da Guarda Civil Municipal (GCM) para discutir estratégias para aumentar a segurança no município. Entre elas, o combate aos chamados “pancadões”.

publicidade

A GCM tem realizado operações para evitar os bailes funk ao ar livre, alvo de tantas queixas de vizinhos. “Defendemos a criação de espaços de diversão adequados à juventude, com atividades culturais, esportivas, musicais, de capacitação e longe do álcool, das drogas e com segurança”, disse Rogério Lins.

Para elaborar um projeto neste sentido, diz a prefeitura, é desenvolvido um trabalho intersecretarial, envolvendo a Secretaria de Cultura, que no sábado promoveu um encontro entre artistas da cidade.

publicidade

“Somos muito cobrados para que haja avanços na Segurança”

No encontro, que ocorreu no 42º BPM/M (Batalhão de Polícia Militar Metropolitano) foram debatidas ações realizadas em conjunto entre Polícia Militar e Civil, GCM e administração municipal, com o objetivo de combater a criminalidade em Osasco.

“Quando perguntamos à população qual é sua maior preocupação, recebemos quase sempre a mesma resposta que é a falta de segurança. Por isso, precisamos agir em conjunto. Somos muito cobrados para que haja avanços nessa área, mas somente juntos vamos combater a criminalidade em Osasco”, disse o prefeito.

publicidade

Trânsito

Outro assunto que Lins anunciou no encontro foi que a Polícia Militar voltará a fazer autuações de trânsito em Osasco, por meio da renovação de um convênio que já existente no município.

“Atualmente contamos apenas com nove agentes de trânsito em atividade na cidade. O convênio com a PM não será uma ação para multar ou onerar Osasco, terá o objetivo de garantir a segurança nas ruas da cidade e fazer com que as pessoas respeitem as leis”, explicou.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui