Rogério Lins vai ao calçadão conferir reabertura do comércio em Osasco e avisa: “não é o fim da quarentena”

0
rogerio lins calçadão reabertura comercio
Foto: reprodução

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, foi neste início de semana ao calçadão da rua Antonio Agu, principal polo comercial da região, acompanhar o início da reabertura gradual do comércio em meio à pandemia de covid-19.

rogerio lins calçadão osasco
Rogério Lins orientou sobre a importância de que sejam seguidas as regras de higiene e distanciamento para a retomada da atividade comercial na cidade

Em vídeo compartilhado nas redes sociais, o prefeito de Osasco ressaltou que a retomada da atividade comercial não significa o fim da quarentena e que, se as regras não forem cumpridas por comerciantes e consumidores, as medidas mais restritivas podem ser impostas novamente.

“Se todos fizerem sua parte, protegeremos a vida das pessoas, o emprego e a economia. Comerciantes e clientes, por favor cumpram as regras. Vamos espalhar esse sentimento de proteção, de responsabilidade e de amor ao próximo”, declarou Rogério Lins.

Publicidade

O comércio de rua, shoppings, escritórios e igrejas podem funcionar seguindo uma série de regras desde esta segunda-feira (15), quando a cidade foi liberada pelo governo do estado para entrar na segunda fase da retomada da atividade comercial em meio à pandemia.

Cada segmento deverá seguir regras e critérios específicos de higiene e de segurança estabelecidos pela Prefeitura de Osasco para controlar a disseminação do novo coronavírus (covid-19).

O comércio de rua vai funcionar das 10h às 16h, mas deverá promover atendimento exclusivo de pessoas do grupo de risco, que são idosos e pessoas com doenças crônicas, entre 10h e 12h.

Para reabrir, os estabelecimentos comerciais deverão limitar a entrada de clientes nas lojas, permitindo apenas, uma pessoa para cada 10 metros quadrados. Também deverão disponibilizar álcool em gel, exigir que os clientes usem máscara de proteção e fornecer equipamentos de proteção individual aos funcionários.

Já os shoppings poderão reabrir das 14h às 20h, com a circulação de clientes reduzida em 20 % de sua capacidade. Clientes do grupo de risco devem ter atendimento priorizado entre 14h e 16h. Além de aferir a temperatura das pessoas, os shoppings também deverão adotar os protocolos de distanciamento e fornecer álcool em gel para clientes e colaboradores.

Outro segmento que poderá reabrir nesta fase de flexibilização da quarentena em Osasco será os escritórios. Esta é a única atividade que poderá funcionar em horário habitual, desde que haja a flexibilização da entrada e saída dos funcionários para evitar aglomeração no transporte público.

A Prefeitura de Osasco e os templos religiosos também poderão reabrir a partir desta segunda. As igrejas devem funcionar com 30 % de sua capacidade e as sessões não podem ultrapassar uma hora.

Reprodução

Comentários