Romantismo ou futebol? O Dia dos Namorados e a estreia do Brasil na Copa

0
Comerciantes tentam evitar concorrer com a estreia da seleção no Mundial / Fotos: Leandro Conceição

Casais falam sobre como vão passar Dia dos Namorados em meio à estreia do Brasil na Copa

publicidade

Leandro Conceição

Comerciantes tentam evitar concorrer com a estreia da seleção no Mundial / Fotos: Leandro Conceição
Comerciantes tentam evitar concorrer com a estreia da seleção no Mundial / Fotos: Leandro Conceição

Vem chegando o 12 de junho, Dia dos Namorados. Dia de marcar aquele encontro romântico e aproveitar bons momentos com o parceiro… vendo uma boa partida de futebol! Isso mesmo, futebol. Para muitos casais o clima de romance fica só para depois da estreia do Brasil na Copa do Mundo, contra a Croácia, a partir das 17h, no Itaquerão. Já outros dizem que o romantismo fala mais alto que o clima de empolgação pelo Mundial.

publicidade

“Depois do jogo  a gente comemora”

“Depois do jogo a gente sai para comemorar o Dia dos Namorados e a vitória do Brasil”, diz o pintor Maxwel Pereira de Souza, 21, ao lado da esposa e “sempre namorada”, Hayanne Marcelino, 20, moradores de Jandira.

publicidade
Os casais Leonardo e Ana Paula e Kássia e Ana Cláudia (abaixo) dizem que data é mais importante que jogo
Os casais Leonardo e Ana Paula e Kássia e Ana Cláudia (abaixo) dizem que data é mais importante que jogo

Não tão ansiosa pela partida quanto o marido, ela diz entendê-lo: “Namoro, só no intervalo. E o jogo não vai ser o dia inteiro. Depois ainda vai dar tempo de a gente sair, dar um passeio”.

Já o casal de estudantes osasquenses Leonardo Silva e Ana Paula Vicente, de 17 anos, garantem que “o jogo não é prioridade”. “Vai ser um Dia dos Namorados como qualquer outro. Se der a gente assiste ao jogo, depende do momento”, afirma ele, que garante não estar minimizando a partida por estar ao lado da namorada.

A operadora de empilhadeira Kássia Rodrigues, 26, aproveita a pergunta do repórter para se declarar para a amada, a operadora de logística Ana Claudia Santos, 26. “Que Copa o quê! A Copa não vai fazer diferença nenhuma na minha vida, ao contrário dela”.

namorados3

Com jogo ou sem jogo, o que os comerciantes esperam é que a Copa do Mundo não esfrie o romantismo e, claro, as vendas, para a data.

Comerciantes no Movimento 11

Em Osasco, alguns comerciantes aproveitam o embalo da campanha da Brahma para que o Dia dos Namorados seja comemorado um dia antes, o Movimento 11: “[São] dois eventos muito importantes, não dá para dividir no mesmo dia”, dizem as faixas colocadas em frente às duas floriculturas H-Ta Flores, no Km 18.

“Vimos o comercial e a patroa resolveu aderir à ideia”, diz a gerente, Geysa Ferreira. A expectativa é que às vésperas do Dia dos Namorados os casais entrem no clima do romantismo. “Com relação ao [Dia dos Namorados do] ano passado, o movimento está menor. Querendo ou não, o povo fica muito focado na Copa”, avalia ela.

Comentários