Sábado é Dia D de vacinação contra o vírus H1N1

0
Foto: Sumaia Vilela/ABr

O Brasil registrou este ano, até o 16 de abril, 230 mortes pelo vírus influenza A (H1N1). De acordo com levantamento do Ministério da Saúde, ao todo, foram registrados 1.365 casos da doença em todo o país neste período.

publicidade
Município de Cotia já imunizou quase dez mil pessoas até o último dia 12
Município de Cotia já imunizou quase dez mil pessoas até o último dia 12

Com 976 notificações, a Região Sudeste concentra o maior número de casos de H1N1 este ano, com 883 apenas no estado de São Paulo. Embora pelo menos cinco estados tenham começado a imunização, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe será aberta oficialmente neste sábado, 30, em todas as cidades do país e é voltada a públicos com maior risco de complicações pelos vírus, como crianças com menos de seis anos, gestantes, idosos e profissionais da saúde.

Os principais sintomas da chamada gripe A são infecção aguda das vias aéreas e febre – em geral mais acentuada em crianças do que em adultos. Também podem surgir calafrios, mal-estar, dor de cabeça e de garganta, moleza e tosse seca, além de diarreia, vômito, fadiga e rouquidão.

publicidade

A prevenção da doença é feita com regras básicas de higiene, como cobrir a boca ao tossir ou espirrar e lavar as mãos com frequência. Também se deve evitar permanecer por muito tempo em ambientes fechados, sem ventilação e com aglomeração de pessoas.

Cotia
Em Cotia a procura pela vacina tem sido acima do esperado, segundo a prefeitura. Quase 10 mil pessoas da cidade foram vacinadas contra o vírus H1N1 somente no último dia 12, segundo a prefeitura

publicidade

“A estimativa das doses enviadas são baseadas nas prévias apontadas na cobertura do ano anterior. No entanto, este ano a procura tem sido intensa e fora do habitual”, afirma Juliana Canassa, coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde.

Para a primeira etapa da campanha, a previsão de cobertura vacinal do município de Cotia indica que devem ser atendidas cerca de 81.162 pessoas, sendo 31.084 crianças, 8.836 trabalhadores de saúde, 6.388 gestantes, 1.050 puérperas e 33.804 idosos.

Quem não conseguir tomar a vacina no período de cobertura vacinal antecipada, deve procurar uma das unidades básicas de saúde no dia “D” de mobilização, neste sábado, 30. A campanha nacional começa em 30 de abril e segue até o dia 20 de maio.

Comentários