Santana de Parnaíba recebe espetáculo “Terra nos Olhos” neste final de semana

0

O espetáculo teatral “Terra nos Olhos”, busca divertir o público de uma forma inteligente / Foto: Divulgação
O espetáculo teatral “Terra nos Olhos”, busca divertir o público de uma forma inteligente / Foto: Divulgação

A Companhia de Teatro São Paulo, traz neste sábado e domingo, 18 e 19, para a cidade de Santana de Parnaíba, mais um importante evento gratuito, o espetáculo “Terra nos Olhos”, que será realizado no Salão Paroquial da Igreja Matriz, localizado na Praça da Bandeira, 54, Centro Histórico, a partir das 17h.

De autoria de Carlos Meceni e Murilo Dias César, que também encenam a peça, a comédia conta a história de dois homens em um funeral, velando o corpo de um poderoso empresário durante uma madrugada chuvosa, porém, ninguém imagina que esses dois homens aparentemente respeitáveis, sejam capazes de tais atitudes mostradas.

Publicidade

Com classificação de 14 anos, a exibição busca divertir o público presente de uma forma inteligente. A premiada, “Terra nos Olhos” conta com apoio do Programa de Ação Cultural (PROAC) do Governo Estadual e combina o abstrato, o irreal e o corrosivo. Uma crítica social para divertir e comover a platéia.

“A peça pretende discutir o quanto a morte pode revelar tanto de quem vai como de quem fica”, explicou o ator e criador Meceni que estreou no Teatro Ruth Escobar em São Paulo, onde continua em cartaz, sempre às quintas-feiras.

Mais informações podem ser obtidas na Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, pelo telefone 4622-8700.

A Companhia de Teatro São Paulo

Fundada dentro do Teatro Arena de São Paulo, na década de 70, a Companhia produziu espetáculos como ‘O Palhaço Imaginador’ de Ronaldo Ciambroni e foi um divisor de águas na produção de teatro para crianças.

Em 1996, o grupo retomou as atividades, apresentando o espetáculo de rua ‘Óio Trem’, apresentado nas estações das ferrovias paulistas, que estavam sendo transformadas em Casas de Cultura. Juntamente com o espetáculo eram realizados cursos, instrumentalizando os profissionais locais que ‘tocariam’ essas oficinas. Em 2000, a novidade foi o espetáculo de bonecos para crianças, ‘O Poema do Lixo’ que percorreu muitas unidades do SESC, ficando em cartaz no Teatro Arthur Azevedo, ganhador do prêmio Coca-Cola. Em 2003, foi à vez do espetáculo ‘É Nóis na Vida’ também de bonecos, no Teatro Ruth Escobar.

 

Comentários