Saúde: durante o verão, invista em hidratação e prevenção

1
É preciso beber muita água para garantir a hidratação do corpo, evitar o consumo de alimentos considerados gordurosos e evitar o sol entre o período das 10 às 16 horas / Foto: divulgação

Durante o verão, a combinação sol, chuva e  calor pode favorecer alguns problemas. Entre as formas de evitar transtornos para a saúde, estão duas medidas básicas: hidratação e prevenção.

publicidade

A dengue, doença transmitida pela picada do mosquito Aedes Aegypti, acomete muitas pessoas neste período em que o transmissor encontra as características favoráveis para sua proliferação, ou seja, água limpa e parada. A prevenção neste caso é fundamental. Todo e qualquer tipo de recipiente onde se possa acumular água deve ser eliminado ou vedado.

É preciso beber muita água para garantir a hidratação do corpo, evitar o consumo de alimentos considerados gordurosos e evitar o sol entre o período das 10 às 16 horas / Foto: divulgação
É preciso beber muita água para garantir a hidratação do corpo, evitar o consumo de alimentos considerados gordurosos e evitar o sol entre o período das 10 às 16 horas / Foto: divulgação

A dengue causa febre alta, dores de cabeça e no corpo, perda de apetite, e as pessoas podem apresentar bolinhas vermelhas pelo corpo todo, além de náuseas. Diante deste quadro, de acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Cotia, Juliana Canassa, “o paciente deve imediatamente procurar uma unidade de saúde para os procedimentos necessários”.

publicidade

A hepatite viral do Tipo A também costuma ter incidência durante o verão. A doença provoca o amarelamento da pele, febre, dores de cabeça, nos músculos e ainda pode causar o aumento do fígado.

A prevenção está na higiene e no manuseio correto na hora de preparar a refeição, já que a doença é transmitida por meio de alimentos  e da água contaminada com o vírus, além do contato direto com a pessoa contaminada, quando compartilham, por exemplo, o uso do mesmo copo.

publicidade

Para que a sua saúde não sinta os efeitos do sol, o mais indicado é beber muita água para garantir a hidratação do corpo, evitar o consumo de alimentos considerados gordurosos e evitar o sol entre o período das 10 às 16 horas.  A qualquer hora do dia, é imprescindível o uso do filtro solar.

Para quem não tem o hábito de beber muita água, a sugestão é se hidratar com outros líquidos como água de coco, chás e sucos naturais que também são fontes de vitaminas e minerais.

Em nenhuma hipótese o paciente deve se automedicar. Procure sempre a unidade de saúde mais próxima a sua residência.

Comentários