Sergio Manoel, que morreu na tragédia com a Chapecoense, era morador de Itapevi

0
“Sergio Manoel foi um grande jogador, que nos orgulhou muito, levando o nome da cidade de Itapevi por onde passou", diz itapeviense idealizador da homenagem / Foto: Reprodução

Brasil de luto// Clubes e políticos da região manifestam pesar pelo desastre

publicidade

Morador de Itapevi, o volante Sergio Manoel jogava pela Chapecoense e é um dos 71 mortos na queda do avião que levava a delegação do time e jornalistas, na terça, 29, na Colômbia. Natural de Xique-Xique (BA), ele tinha 27 anos e na carreira passou também por clubes como Mirassol, Coritiba, Paysandu e Atlético-GO.

Após uma homenagem no estádio da Chapecoense, em Santa Catarina, o corpo do atleta deve ser enviado a Itapevi para que ele seja velado, possivelmente entre sábado, 3, e domingo, 4, no ginásio João Salvarani, na av. Rubens Caramez. O enterro será no cemitério Alphacampus, em Jandira, e deve ser restrito apenas à família e amigos próximos.

publicidade

A prefeitura e o prefeito eleito de Itapevi, Igor Soares (PTN), divulgaram nota de pesar pela tragédia: “Sergio Manoel, itapeviense que representou a cidade com orgulho. Deixa saudades e o exemplo de força de vontade e determinação em busca dos sonhos. Minha oração, nesta manhã, é pelos familiares do Sergio Manoel e de todas vítimas do voo da Chape”, postou Igor em sua página no Facebook na terça, 29.

A direção dos clubes Osasco Audax e Grêmio Osasco (GEO) também manifestaram solidariedade às vítimas. “Oferecemos nossa força, nossas orações e nosso suporte nesse momento aos jogadores, familiares, integrantes da Chapecoense e aos jornalistas”. Os prefeitos eleitos de Osasco, Rogério Lins (PTN), e Carapicuíba, Marcos Neves (PV) foram outros que postaram mensagens de luto. Na Câmara de Osasco, os vereadores aprovaram moção de pesar e fizeram um minuto de silêncio na terça, 29.

publicidade

 

Comentários