Sergio Ribeiro é designado para ampliar divulgação do Brasil Sem Miséria

0
Terceira audiência pública antes das obras será no próximo dia 23 / Foto: Reprodução

Prefeito diz que vai potencializar o Cadastro Único de Programas Sociais no município / Foto: Reprodução
Prefeito diz que vai potencializar o Cadastro Único de Programas Sociais no município / Foto: Reprodução

publicidade

William Galvão

Após ser nomeado vice-presidente da Frente Nacional de Prefeitos do G100 (Cidades Populosas com Alta Vulnerabilidade Socioeconômica), o prefeito de Carapicuíba, Sergio Ribeiro (PT), foi indicado junto a outros nove prefeitos para ampliar a divulgação do plano “Brasil Sem Miséria”, do governo federal.

publicidade

Com objetivo de erradicar a miséria até 2014, o programa está sendo implantado no país por meio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), em parceria com outros ministérios. No meio urbano, o programa pretende gerar ocupação e renda para os mais pobres, entre 18 e 65 anos, através de cursos de qualificação profissional, intermediação de emprego, ampliação de microcrédito e incentivo à economia popular solidária.

“Vamos contratar 60 pessoas para fazer a busca ativa”

A primeira ação de Sergio Ribeiro é potencializar o Cadastro Único de Programas Sociais. “Em Carapicuíba, por exemplo, vamos contratar 60 pessoas para fazer a busca ativa, vamos a todos os cantos da cidade pra poder cadastrar o máximo de pessoas possível”, disse.
O programa vai além do Bolsa Família, pretende reformular e intensificar outros programas sociais como o benefício de prestação continuada e do Pronatec. “Estamos divulgando tudo aquilo que o MDS vem trabalhando com os ministérios para buscar a erradicação definitiva da miséria no Brasil”, afirmou.

publicidade

Prefeito desacredita da implantação de incinerador

Em entrevista ao Visão Oeste, o prefeito de Carapicuíba, Sergio Ribeiro (PT), disse estar acompanhando com cautela a proposta de instalação de uma usina de incineração de lixo na divisa de Barueri com Carapicuíba. Segundo ele, a administração “ainda não tem uma posição consolidada, até porque nada garante que o empreendimento vai acontecer.”
Enquanto isso, Barueri segue o projeto. Na próxima segunda-feira, 18, inaugura uma central de informações sobre a usina, chamada Unidade de Recuperação Energética de Barueri, no Ganha Tempo.No local será possível tirar dúvidas e apresentar sugestões sobre o empreendimento.

Comentários