Sistema com câmeras que identificam carros roubados entra em operação em Osasco

Sistema com câmeras que identificam carros roubados entra em operação em Osasco

0
Compartilhar
O prefeito Rogério Lins acompanha no COI imagens das mais de 300 câmeras de videomonitoramento instaladas em Osasco / Foto: Ítalo Cardoso

Entrou em operação nesta quarta-feira (8), a segunda fase do Centro de Operações Integradas (COI), que agora conta com novas câmeras e softwares capazes de captar, entre outras informações, a circulação pela cidade de veículos roubados ou furtados. O monitoramento será feito 24 horas todos os dias.

Com os novos equipamentos, que integram totalmente os órgãos públicos municipais, estaduais e federais, o município passa a contar com uma das centrais de segurança pública e de mobilidade urbana mais modernas do estado, destacou o prefeito Rogério Lins.

***
Leia também: Escola de Carapicuíba se pronuncia sobre morte de aluno
***

Publicidade

Um dos principais diferenciais é a utilização de um Sistema Integrador, um software que integra a atuação da Guarda Civil Municipal, do Departamento de Trânsito, da Defesa Civil e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

O “cercamento eletrônico” nas principais entradas e saídas do município reúne mais de 300 câmeras de videomonitoramento de alta capacidade e semáforos inteligentes em pontos estratégicos; central semafórica em tempo real nos cruzamentos; radiocomunicação digital para todos os agentes de campo e viaturas, solução de rastreamento e gestão de viaturas; sistema de atendimento e despacho de ocorrências, entre outros, permitindo coordenar a atuação das forças de emergências para atendimento às ocorrências, com regras automatizadas e com baixa interferência humana, segundo a Prefeitura.

Publicidade

***
Leia também: Rede de hipermercados abre mais de 100 vagas para promotores de vendas
***

“Um passo importante em relação à segurança preventiva e ostensiva”, diz prefeito

O prefeito Rogério Lins explica que a nova fase do Centro de Operações Integradas (COI) utiliza um sistema integrado de segurança, mobilidade e serviços urbanos, permitindo uma visão da cidade 360º e, consequentemente, uma gestão mais eficiente, excelência da prestação dos serviços de segurança e mobilidade e a construção de uma Osasco mais inteligente.

“Pesquisas apontavam que a principal preocupação na cidade era na questão da segurança. Com essa nova fase, damos um passo importante em relação à segurança preventiva e ostensiva em nossa cidade. Esse investimento em tecnologia foi possível porque aumentamos em 77% o orçamento da secretaria (de Segurança e Controle Urbano). Com isso, também dobramos o efetivo da GCM (foram contratados 200 guardas), criamos a ROMU (Ronda Ostensiva Municipal), e alugamos novas viaturas e motocicletas, para reforçar o combate à criminalidade”, pontuou o prefeito Rogério Lins.

***
Leia também: Jovem atingido por raio em Carapicuíba ainda está na UTI: “Peço que continuem orando”, diz mãe
***

Compartilhar

Comentários