Solange Pall oficializa candidatura “feminista, ecossocialista, antirracista e anti-LGBTfobia” à prefeitura

0
PSOL declara que candidatura visa “sair da mesmice que vem se tornando a política municipal de Osasco"

Convenção do PSOL Osasco realizada na tarde de sábado, 30, homologou a candidatura de Solange Pall a prefeita, com Henrique Sato como vice. A candidatura é definida como “feminista, ecossocialista, antirracista e anti-LGBTfobia”.

publicidade
PSOL declara que candidatura visa “sair da mesmice que vem se tornando a política municipal de Osasco"
PSOL declara que candidatura visa “sair da mesmice que vem se tornando a política municipal de Osasco”

Texto enviado à imprensa pelo PSOL de Osasco afirma que a candidatura de Solange Pall “rompe com o modelo tradicional de conchavos, acordos espúrios, corrupção e poder econômico”.

Entre os projetos da candidata para a cidade estão a implantação do Bilhete Único, aplicação de 30% do orçamento municipal para a educação pública e debate de gênero nas escolas. Além disso, ela é contra as terceirizações e privatizações na saúde.

publicidade

Ativista de direitos humanos e com atuação em movimentos por direito à moradia popular, Solange Pall é da Executiva Municipal do PSOL Osasco, formada em direito pela Unifieo e trabalha no Tribunal de Justiça de São Paulo. Henrique Sato é estudante e militante da Comissão de Atenção à Diversidade Sexual de Osasco e diretor de LGBT da União dos Estudantes de Osasco (UEO).

O PSOL declara ainda que a candidatura visa “sair da mesmice que vem se tornando a política municipal de Osasco, onde os mesmos de sempre, com suas máquinas eleitorais, esquemas espúrios e financiamentos duvidosos, comandam a cena”.

publicidade

Comentários