SP vai contratar 4,5 mil leitos da rede privada para atender pacientes com covid-19

0
SP vai contratar 4,5 mil leitos da rede privada para atender pacientes com covid-19
Foto: Reprodução / Governo do Estado de SP

O governador João Doria (PSDB) anunciou, nesta quarta-feira (20), que o governo do estado, por meio da Secretaria da Saúde, vai contratar 4.500 leitos da rede privada de saúde para atendimento exclusivo de pacientes com covid-19.

publicidade

“Com essa medida, São Paulo praticamente dobra o numero de leitos disponíveis para o atendimento aos pacientes com coronavírus”, declarou Doria, durante coletiva de imprensa. “Em vinte dias, todos os leitos deverão estar implantados e operacionalizados. Até no máximo, 11 de junho”, completou.

Entre os leitos contratados, serão 1.500 novos leitos de UTI incorporados, com investimento de R$ 432 milhões. Outros R$ 162 milhões serão gastos com os clínicos, totalizando R$ 594 milhões. Os detalhes do chamamento público para a contratação dos leitos na rede particular foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (20) e atenderá todas as regiões do estado.

publicidade

A Secretaria irá pagar uma diária de R$ 1.600 por dia nos leitos de UTI, com previsão de um total de 270 mil diárias. Já para as vagas clínicas, a remuneração será de R$ 1.500 por cinco dias ou mais, com previsão de 108 mil diárias.

“Estamos diante de um preocupante cenário de escalada da pandemia, com risco de estrangulamento do sistema. Por isso, o Centro de Contingência recomendou, a partir de estudos técnicos, a contratação de leitos em parceria com a iniciativa privada, o que nos dará condições de acolhermos os doentes de coronavírus, seja os que precisam de UTI ou leito hospitalar clínico”, afirma José Henrique Germann, Secretário de Estado da Saúde.

publicidade

O Estado de São Paulo tinha 3.500 leitos de UTI no Sistema Único de Saúde. Depois do surgimento da pandemia do coronavírus, foram habilitados 1.624 novos leitos.

Comentários