Suspeito de esfaquear Bolsonaro dizia ter “nojo só de ouvir” o candidato e atacava maçonaria

0
Adélio Bispo de Oliveira atacou Jair Bolsonaro com uma faca

Suspeito de esfaquear o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) na tarde desta quinta-feira (6), durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG), Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, morador de Montes Claros (MG), seria o responsável por uma página no Facebook em que criticava políticos em geral, mas tinha Bolsonaro e a maçonaria como alvos mais frequentes. Adélio está preso e vai responder por tentativa de homicídio.

publicidade

Em uma das supostas postagens de Adélio, ele afirmou ter “nojo só de ouvir” o candidato à presidência.



Em outra postagem sobre Bolsonaro, na ocasião da entrevista do candidato ao “Roda Viva”, ele diz: “Só merda, ele diz que o brasil na gestão dele sera liberal para o comercio com o mundo, mas ja não é hoje???? o brasil não tem um bom relacionamento comercial com mundo todo, ou ele esta sugerindo um livre comercio global, onde só o brasil abre suas fronteiras para produtos importados??? o munda fara isso para pra os produtos brasileiros??? e muitas merdas mais que ele fala nesta intrevista (sic)”.

publicidade


O único político elogiado em postagens na página que seria mantida pelo autor do ataque a Bolsonaro seria Enéas Carneiro.

Sobre a maçonaria, declarou: “tantos simbolos indioatas e profanos para conduzir a vida humano, tolos! (sic)”.

publicidade

Ao compartilhar um vídeo do Youtube com o título “Maçonaria – Segredos Perturbadores Revelados”, o autor do ataque a Bolsonaro afirma: “A partir do minuto 6:00 deste video veja as taticas usadas pela maçonaria para perseguir uma pessoa, difamação da mesma, provocação por um vizinha o outro com som alto para te pertubar, problemas no transito quando vc esta no transito, depredações de um patrimonio seu, escutas telefonicas, grampos em todos os sistemas eletronicos que vc usa, te geram problemas na faculdade no trabalha etc… até vc ficar louco (sic).”

Bolsonaro passa bem

Após ser esfaqueado na região do abdome, Jair Bolsonaro (PSL), líder na última pesquisa de intenções de votos do Ibope, passa bem, afirmou o filho dele, Flávio Bolsonaro, no Twitter. Ele teria levado seis pontos.

Adélio Bispo de Oliveira atacou com uma faca o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL). Atendido na Santa Casa de Juiz de Fora, Bolsonaro teria levado seis pontos na região do abdome e passa bem

“Jair Bolsonaro sofreu um atentado agora em Juiz de Fora, uma estocada com faca na região do abdome. Graças a Deus, foi apenas superficial e ele passa bem. Peço que intensifiquem as orações por nós!”, postou o filho do candidato à presidência no Twitter.

No momento da facada, Bolsonaro estava sendo carregado por apoiadores quando fez uma expressão de dor e foi retirado às pressas por seguranças do local e levado à Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora.

Comentários