Início Cidades Taxistas do Largo de Osasco negam agressão a motorista de Uber

Taxistas do Largo de Osasco negam agressão a motorista de Uber

1

Taxistas do Largo de Osasco negam que tenham agredido um motorista do Uber na noite do dia 15 de junho, como informou a Guarda Civil Municipal de Osasco esta semana. De acordo com eles, o motorista do Uber os provocou, causando uma confusão, mas em nenhum momento ele foi agredido e teve o carro chutado, como afirmou a GCM.

publicidade

Eles também reclamam de suposta truculência por parte da GCM, que imobilizou um dos taxistas e o conduziu à Delegacia Seccional para registro de ocorrência.

Um dos taxistas procurou a reportagem para contestar as informações divulgadas pela GCM e apresentou vídeos gravados por celular no momento da confusão que não mostram agressão ao motorista.

publicidade

“Além de tudo, a GCM agrediu, algemou e levou para a delegacia um trabalhador, que paga impostos, está trabalhando corretamente, e continua permitindo livremente a circulação de um serviço que é proibido em nossa cidade”, diz o taxista.

publicidade

A Guarda diz que os agentes foram insultados e agredidos por taxistas. O caso foi registrado em termo circunstanciado de natureza resistência e desacato.

Comentários