Início Cidades Tempestade causa estragos e transtorno

Tempestade causa estragos e transtorno

0

Temporal causou queda de 18 árvores, segundo Defesa Civil / Foto: Francysco Souza
Temporal causou queda de 18 árvores, segundo Defesa Civil / Foto: Francysco Souza

publicidade

As chuvas de verão voltaram a trazer transtornos à população. Na tarde de quarta-feira, 22, um temporal causou estragos e transtornos na região. Em Osasco, Carapicuíba e Taboão da Serra pessoas ficaram ilhadas, carros foram arrastados ou ficaram submersos em estacionamentos devido às inundações.

“Volume de água em uma hora foi 50% do  esperado para o mês”

Osasco teve diversos pontos de alagamento. Segundo a Defesa Civil de Osasco, as chuvas causaram a queda de 18 árvores.
Na avenida dos Autonomistas, houve problemas com semáforos e inundação na altura do Km 18 e no Km 21 – divisa com Carapicuíba, deixando motoristas ilhados. Na zona Norte, o Rochdale foi um dos bairros atingidos.
A Defesa Civil de Osasco informou que não existem ocorrências de feridos, mortos e desabrigados.

publicidade

De acordo com o órgão, foram realizados mutirões de serviços de restauração. As ações estão concentradas na desobstrução de ruas, com remoção de árvores caídas e limpeza de córregos e rios. O Fundo Social distribui cestas básicas às famílias de uma favela afetada no Jardim Turíbio.

O coordenador da Defesa Civil, Delcides Regatieri, disse que apesar de haver um trabalho preventivo de limpeza e manutenção dos córregos e rios, é impossível se prevenir para um volume de água como o registrado. “Tivemos um volume de água de 62 mm em apenas uma hora, o equivalente a 50% de toda a chuva prevista para o mês. Nossa previsão era de 17 mm”.
Na noite da tempestade, o prefeito Jorge Lapas (PT) percorreu locais afetados, acompanhado de técnicos e secretários. Ele conversou com moradores e comerciantes sobre ações da Prefeitura para diminuir os alagamentos e instruiu equipes para sanar problemas causados pelas chuvas.

Prefeito Jorge Lapas percorreu áreas afetadas / Foto: Rodrigo Petterson/SECOMPMO
Prefeito Jorge Lapas percorreu áreas afetadas / Foto: Rodrigo Petterson/SECOMPMO
Alagamentos causaram prejuízos / Foto: Rodrigo Petterson/SECOMPMO
Alagamentos causaram prejuízos / Foto: Rodrigo Petterson/SECOMPMO

publicidade

 

Transbordamento em Taboão da Serra

Em Taboão da Serra, com o transbordamento de córregos como o Pirajussara, carros foram arrastados e famílias perderam seus pertences e ficaram desabrigadas. Em nota, a Prefeitura afirma que todas as secretarias municipais estão envolvidas no processo de recuperação das casas e na distribuição de colchões, cestas básicas e medicamentos às famílias afetadas.
Outro fator que contribuiu com as inundações foi a falta de manutenção dos piscinões de São Paulo e Embu das Artes, de responsabilidade do DAEE, do governo do estado.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFazendinha terá Clínica da Mulher
Próximo artigoPor que Carapicuíba acumula tanto lixo?