Tempestade causa estragos e transtorno

0

Temporal causou queda de 18 árvores, segundo Defesa Civil / Foto: Francysco Souza
Temporal causou queda de 18 árvores, segundo Defesa Civil / Foto: Francysco Souza

publicidade

As chuvas de verão voltaram a trazer transtornos à população. Na tarde de quarta-feira, 22, um temporal causou estragos e transtornos na região. Em Osasco, Carapicuíba e Taboão da Serra pessoas ficaram ilhadas, carros foram arrastados ou ficaram submersos em estacionamentos devido às inundações.

“Volume de água em uma hora foi 50% do  esperado para o mês”

Osasco teve diversos pontos de alagamento. Segundo a Defesa Civil de Osasco, as chuvas causaram a queda de 18 árvores.
Na avenida dos Autonomistas, houve problemas com semáforos e inundação na altura do Km 18 e no Km 21 – divisa com Carapicuíba, deixando motoristas ilhados. Na zona Norte, o Rochdale foi um dos bairros atingidos.
A Defesa Civil de Osasco informou que não existem ocorrências de feridos, mortos e desabrigados.

publicidade

De acordo com o órgão, foram realizados mutirões de serviços de restauração. As ações estão concentradas na desobstrução de ruas, com remoção de árvores caídas e limpeza de córregos e rios. O Fundo Social distribui cestas básicas às famílias de uma favela afetada no Jardim Turíbio.

O coordenador da Defesa Civil, Delcides Regatieri, disse que apesar de haver um trabalho preventivo de limpeza e manutenção dos córregos e rios, é impossível se prevenir para um volume de água como o registrado. “Tivemos um volume de água de 62 mm em apenas uma hora, o equivalente a 50% de toda a chuva prevista para o mês. Nossa previsão era de 17 mm”.
Na noite da tempestade, o prefeito Jorge Lapas (PT) percorreu locais afetados, acompanhado de técnicos e secretários. Ele conversou com moradores e comerciantes sobre ações da Prefeitura para diminuir os alagamentos e instruiu equipes para sanar problemas causados pelas chuvas.

Prefeito Jorge Lapas percorreu áreas afetadas / Foto: Rodrigo Petterson/SECOMPMO
Prefeito Jorge Lapas percorreu áreas afetadas / Foto: Rodrigo Petterson/SECOMPMO
Alagamentos causaram prejuízos / Foto: Rodrigo Petterson/SECOMPMO
Alagamentos causaram prejuízos / Foto: Rodrigo Petterson/SECOMPMO

publicidade

 

Transbordamento em Taboão da Serra

Em Taboão da Serra, com o transbordamento de córregos como o Pirajussara, carros foram arrastados e famílias perderam seus pertences e ficaram desabrigadas. Em nota, a Prefeitura afirma que todas as secretarias municipais estão envolvidas no processo de recuperação das casas e na distribuição de colchões, cestas básicas e medicamentos às famílias afetadas.
Outro fator que contribuiu com as inundações foi a falta de manutenção dos piscinões de São Paulo e Embu das Artes, de responsabilidade do DAEE, do governo do estado.

Comentários