Terceirizados da CPTM entram em greve

0
Terceirizados da CPTM entram em greve
Trabalhadores em protesto na manhã desta quinta, 29. / Crédito: Eduardo Metroviche

Terceirizados da CPTM entram em greve
Trabalhadores em protesto na manhã desta quinta, 29. / Crédito: Eduardo Metroviche

publicidade

Na manhã desta quinta-feira, 29, os metalúrgicos da CAF/Ctrens, de Osasco, entraram em greve para cobrar a implantação de um plano de cargos e salários nas empresas que prestam serviço à Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Os trabalhadores prestam manutenção para a frota das linhas 8 (Diamante) e 9 (Esmeralda).

A greve foi decretada após várias rodadas de negociação e assembleias, em que as propostas apresentadas pelas empresas não satisfizeram os interesses dos trabalhadores. Na última proposta, submetida à assembleia nesta quinta, as empresas propuseram fazer mudanças nas nomenclaturas dos cargos, mas sem aumento de salários para a maioria dos trabalhadores. A proposta foi recusada.

publicidade

Segundo os metalúrgicos, ao longo do dia, em média 15 trens param na oficina para passar por correções. Isto significa que hoje estes veículos não passarão pelos devidos reparos rotineiros.

Para o diretor do Sindicato Marcos Roca, a mobilização dos trabalhadores é necessária. “Os trabalhadores estão organizados e só vão retornar ao trabalhado com implantação de um acordo que beneficie a todos. As empresas informaram que vão recorrer ao tribunal”, explicou.

publicidade

São cerca de 250 trabalhadores que cobram o reconhecimento de seu profissionalismo por meio do plano de cargos e salários. Os trabalhadores criticam o formato hoje aplicado nas empresas, já que não identificam nele critérios claros para reconhecimento, promoção e elevação salarial.

Comentários