Terminal do Km 21 deve ser entregue até junho

1

Terminal será levantado em área de 7,2 mil m² na divisa entre Osasco e Carapicuíba / Divulgação
Terminal será levantado em área de 7,2 mil m² na divisa entre Osasco e Carapicuíba / Divulgação

publicidade

William Galvão

Na segunda-feira, 18, lançamento das obras do terminal do Km 21 reuniu o presidente da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), Joaquim Lopes, e os prefeitos de Carapicuíba e Osasco, Sergio Ribeiro (PT) e Jorge Lapas (PT).

Obra é prometida desde 2006

publicidade

Prometida desde 2006, a obra faz parte do trecho Carapicuíba/Osasco do Corredor Oeste e, segundo o novo cronograma, deve ser entregue até junho de 2015.
O terminal será levantado numa área de 7.200 metros quadrados, deverá ter seis plataformas com acessibilidade e um bicicletário com 160 vagas. Segundo a EMTU, 28 linhas, entre municipais e intermunicipais, vão utilizar o terminal. “Cerca de 90 mil usuários serão beneficiados por dia. Daqui sairão ônibus para o terminal Butantã, Barra Funda, Lapa e estamos avaliando a possibilidade de incluir linhas para o Morumbi”, disse Joaquim Lopes.
Esse trecho inclui uma parte viária de 2,2 km entre Carapicuíba e o Km 21, além da construção do viaduto Carapicuíba e do terminal intermunicipal de ônibus, ambos parte do projeto Novo Centro. Essa fase tem investimento de R$ 82,9 milhões.

A obra já sofreu diversos atrasos. O projeto do Corredor Oeste prevê a interligação viária entre Itapevi, Jandira, Barueri, Osasco e a Capital, com 23,6 km de extensão até o terminal Amador Aguiar, na Vila Yara, em Osasco. Até agora, a obra está em fase de conclusão no trecho Itapevi/Jandira.
Em abril desse ano, o governo do estado, responsável pela obra, deu início ao trecho Jandira/Carapicuíba, previsto para ser entregue em abril de 2015. O trecho terá 8,8 km de extensão com investimento de R$ 94,9 milhões. A última fase compreende do trecho Km 21 à Vila Yara. São 7,6 km, com investimento de R$ 106 milhões, ainda sem previsão de início.

publicidade

Obra viabiliza implantação de VLT em Osasco, diz prefeito

Obra viabiliza implantação
de VLT em Osasco, diz prefeito

 

Comentários