Terminal do Largo é reaberto, mas sem ônibus

0
Terminal do Largo de Osasco vazio na tarde da quarta-feira

Passageiros esperam ônibus no terminal do Largo de Osasco
Passageiros esperam ônibus no terminal do Largo de Osasco

publicidade

O terminal do Largo de Osasco foi reaberto há instantes, mas não há ônibus em operação. Há horas na espera, muitos passageiros reclamam da falta de, pelo menos, orientações e informações sobre a paralisação.

“Motoristas e cobradores têm direito de fazer suas reivindicações, mas é preciso pensar também nas pessoas, pelo menos avisar primeiro”, reclama a estudante Márcia Joana Reis, 16.

publicidade

A greve a pegou de surpresa na volta da escola. “Moro no Munhoz Jr. e não sei o que fazer se os ônibus não voltarem logo. Não tenho dinheiro para pagar táxi e nem ninguém para vir me buscar de carro”, diz ela.

Para o aposentado Luiz Gonzaga Ferreira, 70, greve surpresa “é uma sacanagem”. “Estou aqui há duas horas e não sei o que fazer”.

publicidade

Leia mais sobre a greve


Segundo o Sindicato dos Condutores de Osasco e Região, a greve é contrária à decisão do órgão e “lamenta os transtornos causados à população”. “Essa greve não é conduzida pelo sindicato, é um ato ilegal”, disse o secretário de imprensa do sindicato, José Siqueira Cavalcante.

A prefeitura divulgou nota em que o prefeito Jorge Lapas diz que “a população não deve pagar pelos problemas entre empresas, condutores e cobradores. Respeito todas as manifestações e reivindicações trabalhistas, mas também espero que as partes envolvidas cumpram seu papel”. Clique aqui para a ler a nota na íntegra.

Comentários