Término de namoro levou a assassinato de mulher e filho de 7 meses, no Jaguaré, divisa com Osasco

0

A Polícia Civil prendeu, na última sexta-feira, 18, André Luis Martins Santos, acusado de matar a ex-namorada, Misaellys Mirele da Silva, 22, e o filho do casal, de sete meses.

publicidade

A Justiça decretou a prisão, por 30 dias, do suspeito. Chamado para depor pelo DHPP, ele confessou o crime, ocorrido na quarta-feira, dia 16 de agosto, no bairro Jaguaré, zona Oeste da Capital, divisa com Osasco.

Em entrevista coletiva concedida na sede do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na manhã desta terça, 22, a delegada Ana Paula Rodrigues, titular da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Criança, falou sobre o andamento das investigações.

publicidade

“Não havia sinais de arrombamento no imóvel e as chaves do local estavam no chão. Então constatamos que o autor do crime era alguém de confiança da vítima”, disse a delegada.

O criminoso disse que duas chaves do portão da casa, além do celular da ex-namorada foram descartados em um terreno baldio na região.

publicidade

A delegada contou, ainda, que as características do caso são de feminicídio. “O que não é comum nos casos de feminicídio é a morte de um recém-nascido. Pelo fato de o bebê ser uma das vítimas e ser filho de outra vítima, identificamos que, quem cometeu o crime, seria alguém que tivesse muito ódio”, concluiu.

O caso

A operadora de caixa, de 22 anos, e a criança, de sete meses, foram encontrados mortos, por volta de 8h30 de quarta-feira, 16, na residência da mulher, situada na Rua Canto da Volta, no bairro Jaguaré, zona oeste da Capital.

Segundo apurado a vítima recebeu o investigado em sua casa e passaram a noite juntos. Durante a madrugada, o bebê acordou e o casal começou a conversar.

Na ocasião, a vítima teria dito que a relação entre os dois não teria futuro e que já estava com outra pessoa, momento em que ele cometeu o crime.

Comentários