Início Cidades TODAS in-Rede: Osasco adere ao programa que oferece cursos gratuitos a mulheres...

TODAS in-Rede: Osasco adere ao programa que oferece cursos gratuitos a mulheres com deficiência

0
todas in-rede osasco mulheres com deficiência
O programa foi lançado em Osasco nesta quinta-feira (24) / Foto: Marcelo Deck

A Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência em parceria com a Prefeitura de Osasco lançou, na quinta-feira (24), o programa TODAS in-Rede, que busca oferecer independência e melhor qualidade de vida às mulheres com deficiência.

publicidade

A iniciativa oferece mais de 17 mil vagas em cursos profissionalizantes, tais como assistente administrativo, auxiliar de logística, assistente de recursos humanos, recepção e atendimento, informática básica, assistente contábil, velas aromáticas e decorativas, bando de dados, entre outros.

O TODAS in-Rede visa o empoderamento e independência das mulheres com deficiência em áreas como: trabalho e renda, direito sexual e afetivo, saúde, entre outros. Com isso, também promove encontros presenciais e online.

publicidade
programa todas in-rede osasco
Programa visa oferecer empoderamento e emancipação das mulheres com deficiência / Foto: Reprodução

A adesão de Osasco ao programa estadual foi oficializada no auditório do Centro de Formação Continuada dos Profissionais da Educação (CEFOR), e contou com a presença da secretária Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Célia Leão, do prefeito Rogério Lins, que estava acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Social, Aline Lins, da vice-prefeita Ana Maria Rossi, do titular da Secretaria Executiva da Pessoa com Deficiência, Salomão Júnior, e outras autoridades.

“Osasco é uma cidade diferenciada e a gente fica muito feliz pelo apoio que vocês estão nos dando na implantação de políticas públicas para a pessoa com deficiência. Não é a deficiência que pode impedir a vida. E esse programa vai fazer a diferença na vida de muitas mulheres aqui no município”, destacou a secretária estadual.

publicidade

O prefeito Rogério Lins falou de algumas ações desenvolvidas na cidade a fim de garantir a segurança da mulher, entre elas a criação da equipe Guardiã Maria da Penha. O chefe do Executivo lembrou também que está em fase de criação a casa de passagem.

“A mulher que é vítima de violência, além de enfrentar todo um pré-conceito da sociedade, ela normalmente não tem pra onde ir e às vezes tem até que voltar para a casa do agressor. A cidade caminha a passos largos para ter uma casa de passagem que vai atender e garantir a segurança dessas mulheres”, finalizou.

Para ter acesso as atividades oferecidas pelo TODAS in-Rede e à Sala Interativa, espaço exclusivo para conversas sobre diversos temas, a munícipe deve fazer o cadastro no www.todasinrede.sp.gov.br/site/cadastro/

Comentários