Três homens que usavam padarias para lavar dinheiro são presos em Osasco, Barueri e Parnaíba

0
Três homens que usavam padarias para lavar dinheiro são presos em Osasco, Barueri e Parnaíba
Foram apreendidos sete carros, joias e R$ 100 mil em espécie / Fotos: Polícia Civil

Nesta terça-feira (21), a Polícia Civil prendeu três homens acusados de envolvimento em esquema de lavagem de dinheiro e tráfico de drogas em Osasco, Barueri e Santana de Parnaíba. Foram apreendidos sete veículos, uma moto aquática, R$ 100 mil em espécie, uma pistola, joias, relógios e dados contábeis.

publicidade

A operação, que recebeu o nome de “Molete”, foi desencadeada pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), por meio de equipes da 6ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio (Disccpat), em cumprimento aos mandados de busca e apreensão expedidos após um ano de investigação sobre um esquema que utilizava padarias para lavar dinheiro.

Segundo as investigações da Polícia Civil, os criminosos adquiriam diversos valores por meio de atividades ilícitas, como extorsão e estelionato, e utilizavam as padarias para “legalizar” o dinheiro.

publicidade

Entre as pessoas detidas está o líder da organização. “Esse era o nosso foco principal nesta fase da investigação”, destacou o delegado Fabiano Barbeiro, responsável pela operação. “Ele e mais duas pessoas muito importantes para o esquema criminoso foram detidas”, completou.

A operação Molete foi dividida em fases. Nesta primeira, foi identificado um grupo de agentes criminosos, apontados como líderes do esquema, segundo o delegado. Barbeiro afirmou também que as ordens judiciais de busca e apreensão foram cumpridas em residências e nos estabelecimentos utilizados como fachada para as atividades ilegais.

publicidade

Os detidos nesta primeira fase da operação Molete vão responder por associação criminosa e lavagem de dinheiro. As investigações prosseguem para identificar e deter outros envolvidos no esquema.

Comentários