Três universidades são retiradas do ProUni

0

Na segunda-feira, 20, o Ministério da Educação (MEC) publicou no Diário Oficial da União uma decisão que desvincula 220 mantenedoras, responsáveis por 330 instituições de ensino superior, do Programa Universidade Para Todos (ProUni). Segundo o MEC, elas deixaram de apresentar a quitação de tributos e contribuições federais de 2012.

publicidade

Na região, três mantenedoras, responsáveis por três universidades, entraram na lista. São elas o Centro de Ensino Aldeia de Carapicuíba (Cealca), que administra a Faculdade da Aldeia de Carapicuíba (Falc); a Fundação Instituto de Ensino para Osasco, responsável pelo Centro Universitário Fieo (Unifieo); e a Associação Taboão da Serra de Educação e Cultura (ATSEC).

As 330 universidades suspensas são responsáveis por 20 mil vagas, segundo o portal do MEC. Os alunos beneficiados com bolsas poderão concluir os cursos conforme previsto. Apenas as universidades ficam proibidas de abrir novas vagas ao programa enquanto não regularizarem a situação. O prazo para a quitação é até esta sexta-feira, 24.
As mantenedoras podem pedir nova adesão ao programa após a quitação dos débitos.

publicidade

Proies
Lançado em 2012, através do Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento das Instituições de Ensino Superior (Proies), as instituições particulares podem reduzir suas dívidas com o governo federal por meio de concessão de bolsas.

publicidade

Comentários