Uma amante das letras

Uma amante das letras

0
Compartilhar

Fotos/Divulgação
Fotos/Divulgação

Publicidade

William Galvão

Vencedora da décima edição do Prêmio Barueri de Literatura com o livro de contos Oitocentos e Sete Dias (2012), a escritora, ex-jornalista e psicóloga Vanessa Maranha, já está familiarizada aos reconhecimentos por sua obra. Começou a escrever profissionalmente a partir de, justamente, um desses atos: sua carreira como profissional das letras deu a largada após ter sido convidada a participar da antologia “+ 30 Mulheres que Estão Fazendo a Nova Literatura Brasileira”, organizada por Luiz Ruffalo.

Escritora lança duas obras em maio

Maranha conta que sua paixão pelos livros vem dos tempos em que ainda nem sabia lê-los. “Eu ficava fascinada pelas histórias que me contavam e desejava muito aprender a ler para desvendar os mundos possíveis nas páginas de um livro”. Foi esse interesse súbito que a fez ler cada vez mais e, consequentemente, aprimorar sua escrita até se tornar uma profissional das letras.

Publicidade

Com seis livros publicados, sendo duas participações com contos, Oitocentos e Sete Dias tem sido seu carro-chefe. O livro aborda diversas temáticas, desde as mais contemporâneas às atemporais. Ela conta que “não são histórias lineares, nem tampouco calmas. A ideia é dar a mão ao leitor e conduzi-lo a um passeio pelas questões humanas, essas, sim, atemporais”, explica.

A repercussão da obra está sendo bastante abrangente desde o lançamento, principalmente em tempos de internet. “Quando lançamos não tínhamos ideia do seu alcance, nem o que ele provoca no outro. As manifestações têm sido calorosas e é curiosa a intimidade entre livro e leitor”. Segundo a escritora, é como se os leitores a conhecessem há muito tempo, como se fossem amigos de longa data. “Isso talvez se dê, inclusive, pelo viés intimista da minha prosa”.

Atualmente casada e mãe de uma menina, Vanessa tem entre seus projetos o lançamento de mais duas obras. “Quando não somos mais”, que sairá pela Editora da Universidade Federal do Espírito Santo, e “Contagem Regressiva”, editado pelo Selo OFF FLIP, ambos devem ser lançados em maio. E, com o dinheiro da premiação, os 30 mil reais, terminar a construção da sua casa, ainda em fase de acabamento.

Compartilhar

Comentários