Uso de máscaras também será obrigatório em Cotia

0
Uso de máscaras também será obrigatório em Cotia
Foto: Marcelo Deck

O prefeito de Cotia, Rogério Franco, anunciou durante transmissão ao vivo via Facebook, nesta terça-feira (21), que vai baixar um decreto que determine o uso obrigatório de máscaras por quem tiver de circular pela cidade, como medida de combater a disseminação do novo coronavírus.

“A partir da próxima semana, vamos baixar um decreto de obrigatoriedade do uso das máscaras de proteção na nossa cidade. Mas, antes disso, vamos distribuir esse item para as pessoas. Vamos ver uma forma de a Prefeitura aquirir essas máscaras e começar a distribuição para que possamos baixar esse decreto”, disse.

+ Cotia terá drive thru de vacinação contra a gripe na quinta e sexta-feira, dias 23 e 24

Publicidade

Segundo o prefeito, a medida será tomada para proteger munícipes que vão ao banco, ao mercado e a todos os estabelecimentos essenciais que estão em funcionamento.

Até esta terça-feira (21), Cotia registrava 775 notificações de casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus (sendo 133 de moradores de outros municípios), com 96 casos confirmados, 293 descartados e 253 em investigação, aguardando resultado de exame. Há 81 pacientes internados em investigação e 92 tiveram alta hospitalar.

+ Ingressos para parque aquático são vendidos a R$ 20 mais dois quilos de alimentos em Cotia

A cidade registra ainda até o momento nove mortes com confirmação de covid-19 e 18 óbitos com suspeita da doença.

Outras cidades

Outra cidade da região que deve tornar o uso de máscaras obrigatório é Osasco. A Prefeitura mandou confeccionar um milhão delas, segundo o prefeito Rogério Lins e iniciou a distribuição para munícipes.

“Nossa ideia é que quando a gente atingir um número bem significativo, vamos começar a tomar isso como uma medida obrigatória, para que todas as pessoas, quando saírem de casa, utilizem a máscara, que evita, e bastante, a propagação [do novo coronavírus]”, afirmou o prefeito de Osasco, Rogério Lins.

Outros municípios do país já tornaram o uso de máscara obrigatório para quem sair às ruas em meio à pandemia do novo coronavírus. No Rio de Janeiro, as pessoas que estiverem sem máscara poderão ser impedidas de usar o transporte público ou de entrar nos estabelecimentos autorizados a funcionar.

Quem desobedecer a determinação está sujeito a pagamento de multa por deixar de executar, dificultar ou se opor à execução de medidas sanitárias, que visem à prevenção das doenças transmissíveis e sua disseminação, à preservação e à manutenção de saúde.

Leia também: 
Preços abusivos em meio à pandemia: Procon-SP notifica 84% dos estabelecimentos fiscalizados

 

Comentários