Usuários aprovam serviço “corujão” de ônibus intermunicipais

1

Usuários podem verificar onde ônibus está pelo site www.emtu.sp.gov.br / Foto: Eduardo Metroviche
Usuários podem verificar onde ônibus está pelo site www.emtu.sp.gov.br / Foto: Eduardo Metroviche

publicidade

Carol Nogueira

Sexta- feira à noite é sinônimo de happy hour e balada, mas para aqueles que dependem de ônibus para voltar para casa, a noite termina um pouco mais cedo. Entretanto, desde o dia 20 de setembro está funcionando o Serviço Corujão implantado pela Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) para atender usuários na madrugada e passageiros das últimas viagens de metrô.

O intervalo será de 1 hora

publicidade

A medida ampliou os horários do transporte público, oferecendo atendimento 24 horas as sextas e sábados na região Oeste da Capital paulista, onde existe um grande número de bares, casas noturnas e restaurantes. As linhas vão atender os bairros Vila Madalena, Pinheiros e arredores da avenida Doutor Arnaldo, onde está localizado o Hospital das Clínicas e o Instituto Médico Legal.

Cinco linhas intermunicipais já estão circulando 24 horas às sextas e sábados. São elas: 032TRO – Itapecerica da Serra (Pq. Paraíso) a SP (Pinheiros), 125TRO – Embu das Artes (Jd. São Marcos) a SP (Pinheiros), 138TRO – Osasco (Munhoz Júnior) a SP (Metrô Vila Madalena), 225TRO – Carapicuíba (Cohab) a SP (Pinheiros) e 396TRO – Cotia (Term. Metropolitano Cotia) a SP (Pinheiros).

publicidade

Gabriel Rodrigues, de Carapicuíba, aprova o novo serviço e diz que vai deixá-lo mais tranquilo na hora de sair. “Já tive que voltar para casa de táxi por ter perdido o ônibus e gastava um dinheiro que posteriormente fazia falta. Por isso, toda vez que eu ia sair pensava bastante, porque depois não teria ônibus para voltar”, conta.

O intervalo dos ônibus na madrugada será de 1 hora e para se programar os passageiros podem verificar onde o veículo está pelo site da EMTU: www.emtu.sp.gov.br
Para a usuária Daniele Lima o serviço será excelente. “Acredito que irá beneficiar muitas pessoas da região, que não têm carro para voltar. Eu já voltei de táxi porque não tinha mais ônibus. Também vai ser bom para os motoristas que querem beber”, disse.

Comentários