Compartilhar

Toda bonitinha
Fazendo o que a sociedade quer
Prendada, quietinha
Exemplo original de “mulher”
Tereza, vive presa
Mas depois faça a proeza
De acordar do transe
Pule, cante
Corre, vai viver
Antes que as más linguás te alcancem
Sai daí, eu quero ver
Quero ver você sair dessa prisão
Ontem vi sangrando tua mão
Faça amizade com o Bruno, com a Cássia
Eles te viram indo à farmácia
Com o olho roxo
Chega desse sorriso falso e frouxo
E vá viver
Vá viver, Tereza!
Antes que o mundo acabe
E você morra presa
Vá sorrir, Tereza!
Antes que esse homem te mate
E lhe tire sua maior riqueza 

Quem sou eu 

Sou estudante e moro em Itapevi. Tenho 20 anos e escrevo desde os 11. Acredito que muitos se identificarão com os textos e verão que não estão sozinhos. Amo os animais, assim como amo escrever. E sonho com um melhor mundo para eles. É muito bom ter você aqui comigo nas “Crônicas da Ju França”. Volte sempre!

Comentários

Faça seu comentário