Início Esportes Vereador eleito em Osasco sai em defesa de Gerson contra o racismo:...

Vereador eleito em Osasco sai em defesa de Gerson contra o racismo: “Não vamos recuar”

0
gerson flamengo racismo
Divulgação

O ativista e vereador eleito Emerson Osasco (Rede) saiu em defesa do jogador de futebol Gerson, do Flamengo, que denunciou ter sido vítima de racismo na partida contra o Bahia neste domingo (20).

publicidade

“‘CALA A BOCA NEGRO’. Só quem sofre racismo sabe o quanto nos fere, o quanto temos que ser fortes para seguir em frente, muitas vezes calados, hoje não mais! Não vão nos calar, Não vão nos ferir, Não vamos recuar, na Luta contra o racismo não daremos um passo pra trás!”, declarou Emerson Osasco, no Twitter.

publicidade

Segundo Gerson, o meia colombiano Ramirez declarou a ele, durante o jogo: “cala a boca, negro”. Em meio ao atrito, ele ainda viu o treinador adversário, Mano Menezes, minimizar a denúncia e acusá-lo de “malandragem”.

“O ‘cala boca, negro’ é justamente o que não vai mais acontecer. Seguiremos lutando por igualdade e respeito no futebol – o que faltou hoje do lado contrário. Desde os meus 8 anos, quando iniciei minha trajetória no futebol, ouço, as vezes só por olhares, o ‘cala a boca, negro’. E eles não conseguiram. Não será agora. Não basta não ser racista, é preciso ser antirracista”, declarou Gerson, por meio das redes sociais.

publicidade

“É uma pena nós, negros, termos que falar sobre isso semanalmente e nenhuma atitude no esporte ser tomada a respeito. E é mais triste ainda ver a conivência de outras pessoas que estão dentro de campo e que minimizaram e diminuíram o peso do ato de hoje no Maracanã. É nojento conviver com o racismo e ainda mais com os que minimizam esse crime”, emendou o jogador do Flamengo.

O Bahia demitiu Mano Menezes, que deixa o clube à beira da zona de rebaixamento, e afastou Ramirez para apuração do caso.

O ativista Emerson Osasco ganhou destaque em protestos contra o presidente Jair Bolsonaro e em atos realizados pelo movimento negro em manifestações contra o racismo.

Comentários