Vereador Jânio é internado em estado grave após duas horas de tortura

Vereador Jânio é internado em estado grave após duas horas de tortura

4
Compartilhar
'Câmara de Barueri muda 57% de seus vereadores e reelege 9 de 21
Reeleito para o sétimo mandato, Jãnio (PMDB) é o vereador mais votado pela quarta vez na cidade, com 4.406

Vereador Jânio é internado em estado grave após duas horas de torturaO vereador Jânio Gonçalves (PMDB), 62 anos, foi internado no Pronto Socorro Central de Barueri (Sameb), em estado grave na manhã desta segunda-feira, 5, após ter sido torturado durante cerca de duas horas por três homens em sua residência, na Vila Boa Vista.

Os homens renderam o vereador quando ele chegava em casa, por volta das 6 horas. Eles disseram que queriam dinheiro. Na casa, estavam a mulher de Jânio e um dos dois filhos dela, de quatro anos. O casal foi amarrado e ameaçado com armas de fogo. Durante o tempo em que esteve nas mãos dos agressores, o vereador foi constantemente agredido.

Os ladrões, que deixaram a casa por volta de 7h30, mostraram conhecer a rotina da família e perguntavam o tempo todo sobre o dinheiro que seria usado na campanha. Antes de deixar a casa o trio cogitou levar a criança como refém, mas desistiu da ideia. A criança foi quem desamarrou o casal e logo em seguida a esposa de Jânio ligou para Levi, filho do vereador – foi ele que socorreu Jânio e o levou para o Sameb, onde permaneceu entubado durante toda a manhã. Às 14 horas ele aguardava transferência para a UTI do Hospital Municipal.

Publicidade

Além das agressões, os bandidos aplicaram uma injeção no vereador, que os médicos que o atenderam ainda não sabem do que seria. Estão sendo feitos exames para identificar o produto. Preventivamente, os médicos aplicaram um coquetel de antídotos. Durante o atendimento Jânio teve crises de insuficiência respiratória. Segundo os médicos, o quadro pode ter sido agravado por ele sofrer de problemas respiratórios e fazer uso de medicação frequente para bronquite.

Jânio foi eleito pela primeira vez em 1988 e está cumprindo o seu sexto mandato na Câmara Municipal. Em três dessas eleições ele foi o vereador mais votado e em 2008 foi o vereador mais votado do Brasil proporcionalmente ao eleitorado do município.

O Barueri na Rede ouviu familiares do vereador sobre o assalto e as informações sobre seu estado de saúde foram dadas por funcionários da Secretária de Saúde e por médicos do PS Central.

Compartilhar

Comentários