Vereador quer obrigar alunos de Osasco a lerem dois livros por ano

1
Barueri realiza campanha de doação de livros

Tramita na Câmara de Osasco o projeto de lei 529/2017, que estabelece a obrigatoriedade de que os alunos das escolas municipais leiam pelo menos um livro por semestre, dois por ano.

publicidade

De acordo com a proposta, de autoria do vereador Tinha Di Ferreira (PTB), “o conteúdo do livro será de livre escolha da escola ou do docente responsável pela classe, devendo, entretanto, ao final o aluno ser submetido a uma avaliação de interpretação do referido manuscrito”.

Ainda de acordo com a proposta a biblioteca pública municipal “poderá instituir prêmios semestrais para homenagear os alunos que obtiverem as melhores interpretações ou notas de avaliação das referidas leituras como forma de incentivar e estimular melhores desempenhos por parte dos discentes envolvidos nas atividades estabelecidas por esta lei”.

publicidade

O projeto não estabelece, no entanto, possíveis punições aos que descumprirem a obrigatoriedade.

Para virar lei, a proposta precisa ser aprovada pelos vereadores e sancionada pelo prefeito.

publicidade

Comentários