Compartilhar

Na sessão da Câmara Municipal desta terça-feira, 9, vereadores de Osasco voltaram a fazer uma série de críticas ao serviço prestado pelas duas empresas de ônibus que atuam na cidade, Viação Osasco e Urubupungá, e pediram o aumento da concorrência no setor, com uma terceira empresa atuando na área.

Alex da Academia (PDT) idealizador de audiência pública sobre o tema realizada no fim de abril afirmou que em junho será realizada mais uma audiência na Câmara. Entre as críticas que voltou a fazer às empresas de ônibus, a falta de acessibilidade em muitos coletivos, a idade dos veículos e o desrespeito comum a idosos.

“Tenho relato de idoso que tem que ir com o filho ou a filha para dar o sinal, porque se ele der o sinal os ônibus não param. Quero saber se isso é ordem da prestadora de serviço”, afirmou. “Quero saber também por que todos os nossos ônibus ainda não têm acessibilidade?”.

Tinha Di Ferreira (PTB) declarou que “as duas empresas que temos na cidade não atendem [as pessoas que precisam de] acessibilidade”. Ribamar Silva (PRP) também defendeu a ampliação da concorrência no setor.

Comentários

Faça seu comentário