Início Política Visão atenta

Visão atenta

0
Caça Fantasmas: André Sacco renuncia e outros três vereadores presos pedem licença
Foto: Eudes de Souza/CMO

3-sacco

publicidade

Resposta
O vereador André Sacco (PSDB) emitiu nota em resposta às declarações do prefeito Jorge Lapas (PDT), que em discurso de inauguração da UPA Centro dia 14 chamou a oposição de “irresponsável”. Lapas se referiu à ação dos tucanos que questionou a operação consorciada feita para a construção do novo Paço Municipal. “Jorge Lapas omitiu em sua fala o fato de que é a segunda vez, em apenas seis meses, que o Tribunal de Justiça de São Paulo considerou inconstitucional as transferências de terrenos públicos a particulares”. A ação se refere à concessão à iniciativa privada de terreno da CMTO na av. Franz Voegeli, como parte do acordo para construção no novo Paço.

3-mazé

publicidade

Protesto 1
Na sessão de terça-feira da Câmara de Osasco, a vereadora Maria José Favarão, a Mazé (PT), resolveu fazer um protesto. Ocupando o cargo de secretária na Mesa Diretora, ela colocou onde deveria estar seu nome uma placa com os dizeres “Fora Temer” e “Não ao Golpe”. A sessão acabou suspensa após discussão entre Mazé e o vereador André Sacco (PSDB), que não aceitou o “Fora Temer” na Mesa. “Respeito sua opinião, mas a Mesa Diretora é de todo o colegiado de vereadores”, disse o tucano. Para apaziguar a situação, Valdir Roque (PT) pegou a placa e colou em seu terno.

 

publicidade

 

Protesto 2
Na sessão desta quinta,23, Mazé voltou a se manifestar contra o presidente interino com uma mensagem na tela de seu notebook, além de levar militantes com cartazes contra o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

VEREADOR PROFESSOR PAULINHO

Projeto
A Câmara aprovou, na sessão de terça-feira, 21, projeto de lei de autoria do vereador Professor Paulinho (PV), que institui no calendário oficial de Itapevi o Dezembro Laranja. A ideia do PL é dedicar o mês dezembro a campanhas de conscientização e prevenção do câncer de pele nas unidades de saúde da cidade.

leo-attuch

Condução coercitiva
A 31º fase da Operação Lava Jato, batizada de “Custo Brasil”, que prendeu nesta quinta-feira, 23, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, também incluiu ação na região. O jornalista Leonardo Attuch, do site Brasil 247, foi conduzido coercitivamente a partir de sua residência em Cotia.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVisão de olho: Suplente assume o cargo
Próximo artigoEditorial: Globalização para quem?