Visão Atenta

0

Reforma…
Em meio à crise com o PMDB, a presidente Dilma Rousseff anunciou nesta quinta-feira, 13, a substituição de seis ministros. As mudanças ocorrem nos ministérios do Desenvolvimento Agrário, das Cidades, da Pesca e Aquicultura, da Ciência, Tecnologia e Inovação, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e do Turismo.

publicidade

…Ministerial
O Ministério do Desenvolvimento Agrário, atualmente ocupado por Pepe Vargas, será assumido pelo ex-presidente da Petrobras Biocombustível, Miguel Rossetto, que já ocupou a pasta no governo Lula. Na pasta das Cidades, o vice-presidente de Governo da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, substituirá o atual ministro Aguinaldo Ribeiro. Occhi é funcionário de carreira da Caixa. Clelio Campolina Diniz, reitor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), será o novo titular da Ciência, Tecnologia e Inovação no lugar de Marco Antonio Raupp.

Troca
O senador Eduardo Lopes (PRB-RJ) ocupará o Ministério da Pesca e Aquicultura, atualmente conduzido pelo senador Marcelo Crivella, também do PRB fluminense. Para o lugar de Gastão Vieira no Ministério do Turismo, a presidenta anunciou o gerente de assessoria internacional do Serviço Brasileiro às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Vinicius Nobre Lages. Os membros do primeiro escalão começaram a deixar seus cargos para se candidatar às eleições de outubro deste ano.

publicidade

PMDB
A escolha de Vinicius Lages para o Ministério do Turismo pode frustrar a bancada do PMDB na Câmara, que briga por mais espaço no governo e tem obstruído votações. Isso porque a escolha de Dilma para o Turismo é uma indicação de Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado. A pasta era ocupada pelo deputado peemedebista Gastão Vieira.

Emendas
O deputado estadual Isac Reis (PT) divulgou nesta semana que, neste ano, solicitou emendas para 17 cidades do estado e oito delas já foram liberadas. Entre as cidades da região, as emendas vão beneficiar Osasco, Carapicuíba e Itapevi, num total de R$ 1,1 milhão.

publicidade

Comentários