Vítima de sequestro-relâmpago é obrigada a fazer transferências via Pix em Cotia

0
sequestro-relâmpago cotia
Foto: Reprodução/Band

Uma mulher de 57 anos foi vítima de sequestro relâmpago, ao sair de uma Unidade Básica de Saúde, em Cotia, na manhã desta quinta-feira (6). Ela foi obrigada a transferir quase R$ 4 mil via Pix para os criminosos.

publicidade

A vítima foi abordada pelos criminosos ao sair da UBS, na Vila Santo Antônio de Carapicuíba, em Cotia. Vendada e sob a mira de uma arma, a mulher teve sua conta bancária cadastrada no celular de um dos indivíduos, que fez a transferência de R$ 3.875,99.

“Ela ficou em poder dos indivíduos por quatro horas, ela estava sem o celular, pois os pertences tinham ficado dentro do veículo dela e eles baixaram o aplicativo no celular deles para poder subtrair o dinheiro da conta dela”, disse um GCM à reportagem da Band.

publicidade

Os criminosos ainda tentaram pagar uma conta de R$ 3.500, mas não conseguiram por falta de saldo. Nesse momento, o marido da vítima, que não estava com ela, estranhou a movimentação bancária e bloqueou a conta, impossibilitando a realização de novas transações.

Sem conseguir mais dinheiro, os indivíduos deixaram a vítima na rua São Francisco, na Vila Jovina. Ninguém foi preso até o momento. O caso foi registrado no 2° DP de Cotia como roubo.

publicidade

PREJUÍZO DE R$ 20 MIL// Bandidos invadem casa e roubam duas motos em Osasco

Comentários