Vôlei de Osasco é eliminado na semifinal da Superliga

0
volei osasco
Osasco São Cristóvão Saúde / Divulgação

O Osasco São Cristóvão Saúde se despediu na semifinal da Superliga Feminina de Vôlei, ao ser derrotado por 3 sets a 0 (parciais de 25/12, 25/18 e 25/22) na segunda partida contra o Dentil/Praia Clube. A partida aconteceu na noite deste domingo (28), na “bolha” do Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema, no Rio de Janeiro.

publicidade

Com o resultado, o Dentil/Praia Clube, de Uberlândia (MG), fechou o playoff semifinal contra as osasquenses com placar de 2 a 0 e fará a final contra o Itambé/Minas, que passou pelo Sesi Bauru na semi.

Tandara, maior pontuadora da partida, com 17 acertos, resumiu a história dessa semifinal para o time de Osasco: “Nós não passamos nessa partida. Tivemos muito dificuldade na recepção. E também não conseguimos colocar a bola no chão. Posso dizer que fizemos o possível. Vontade não faltou. Lutamos é o final, mas, infelizmente, não deu”, afirmou a oposta.

publicidade

CRUELDADE// “Pet shop dos horrores” em Carapicuíba: fiscais encontram animais mortos em estado de decomposição

Com problemas na recepção no início da partida, Luizomar precisou pedir tempo quando o Praia fez 7/3. O treinador colocou Sonaly em quadra, mas precisou parar o jogo novamente no 10/3. E foi de Sonaly o ponto que interrompeu a sequência de saques do adversário (4/12). Sem conseguir reagir, as osasquenses viram a equipe de Uberlândia abrir vantagem até chegar a vitória por 25/12.

publicidade

Após quatro bons saques de Roberta, com direito a um ace, Osasco começou bem o segundo set e fez 4/0. Com dois pontos seguidos de Tandara, o placar foi para 7/1 e 9/3. Apesar de seguir com bom volume, as osasquenses não conseguiram segurar a reação do Praia, que empatou no 12/12 e virou com um ace. Luizomar, que havia colocado Naiane e Camila Paracatu em quadra, pediu tempo no 12/14. Roberta levou a melhor na bola de xeque no 17/21. Porém, Osasco não conseguiu repetir o bom desempenho do início da parcial e com mais problemas no passe foi superado por 18/25.

Assim como na primeira parcial, Luizomar precisou pedir tempo no início do terceiro set, quando o Praia marcou 6/2. O treinador parou o jogo novamente no 5/11, na tentativa de estabilizar sua equipe. Bia conseguiu dois pontos seguidos, na china, no 8/13. Tandara, já compondo a linha de passe, acertou um bloqueio no 10/13. Mas a reação não avançou e as mineiras abriram sete pontos (17/10). Mesmo assim, Osasco não desistiu e Sonaly, com um ace, manteve seu time no jogo (18/20). Tandara enfiou a mão no 20/22, no 21/22 e 22/23. Apesar da luta, a vitória ficou com as mineiras: 25/22.

RECUPERADA// Mãe de Yudi tem alta do hospital de campanha em Osasco após vencer covid-19

Jogaram e marcaram para o Osasco São Cristóvão Saúde: Roberta (3), Tandara (17), Tainara (5), Gabi Cândido (5), Mayany (1), Bia (4) e a líbero Camila Brait. Técnico: Luizomar Moura. Entraram: Ana Medina, Kika, Sonaly (6), Camila Paracatu (3).

Jogaram e marcaram pelo Dentil Praia Clube: Claudinha, Brayelin Martinez (15), Carol (15), Jineiry Martinez (9), Fê Garay (10), Michelle (4) e a líbero Suellen. Técnico: Paulo Coco. Entraram: Rosane, Monique, Anne (1).

Comentários