Após ameaça de bomba nas redes sociais, shopping União de Osasco reforça segurança

1
ameaça shopping união

Após uma ameaça de bomba e ataque a tiros viralizar nas redes sociais na manhã desta quarta-feira (18), o Shopping União de Osasco afirmou, em nota, que acionou a polícia e reforçou ainda mais a equipe de segurança.

publicidade

“O Shopping União de Osasco informa que trata-se de notícia falsa. Ao detectar os posts, o shopping imediatamente acionou as autoridades policiais e reforçou ainda mais a equipe de segurança”, diz o União, em nota enviada à imprensa. “O shopping reforça que todas as suas instalações são vigiadas para garantir a total segurança dos frequentadores e funcionários”.

L.M, o jovem que aparece como dono do perfil que fez as postagens com graves ameaças foi identificado e prestou esclarecimentos no 3º DP de Osasco, na zona Norte da cidade, na manhã desta quarta. Ele negou que seja o autor das mensagens e disse que seu nome e imagem foram usados por criminosos virtuais, que usaram um perfil falso para fazer as ameaças.

publicidade

Após o depoimento, o rapaz foi liberado. A polícia continua as investigações sobre o caso para identificar o autor das publicações ameaçadoras.

publicidade

“Eu vou explodir a praça de alimentação do shopping (…). Vou levar o máximo de pessoas comigo”, diz uma das postagens, junto a foto de uma suposta bomba. Outra publicação traz a imagem de uma arma e o texto: “Vou matar todo mundo dentro do shopping”.

Outra publicação contém ameaças ao prefeito de Osasco, Rogério Lins, e à família dele e a foto de uma arma.

Nota do Shopping União de Osasco sobre a ameaça de atentado:

“O Shopping União de Osasco informa que trata-se de notícia falsa. Ao detectar os posts, o shopping imediatamente acionou as autoridades policiais e reforçou ainda mais a equipe de segurança. A polícia já localizou o suposto autor das mensagens e o mesmo informou que sua rede social foi invadida. O shopping reforça que todas as suas instalações são vigiadas para garantir a total segurança dos frequentadores e funcionários”.

Comentários