Assassino dava “muita risada” ao contar que matou namorada estrangulada em Carapicuíba

1
homem mata namorada em carapicuiba
O crime teria sido motivado por ciúmes / foto: reprodução Cidade Alerta

Emerson Borges Santana, de 22 anos, estrangulou até a morte a namorada, Raquel Pereira do Nascimento, que tinha a mesma idade, com fios de videogame na frente dos dois filhos da jovem, em Carapicuíba.

O crime aconteceu na madrugada de domingo para segunda-feira (10), por volta das 0h30, na casa onde o Emerson morava há dois meses com Raquel e os dois filhos dela, na rua Bootes, no Jardim Novo Horizonte.

Após cometer o assassinato, Emerson sorriu ao contar o crime ao amigo Isac, a quem pediu ajuda para arrastar sua mala de fuga. “Ele falou que tinha matado uma pessoa com um cabo de videogame. Ele foi muito frio quando me disse e dava risada, muita risada”, contou o amigo à reportagem ao Cidade Alerta, da Record TV. Isac diz que tentou segurá-lo, mas foi agredido pelo criminoso, que fugiu.

Publicidade

O amigo foi até a casa onde o casal morava para ver o que tinha acontecido e encontrou Raquel sem vida. Ela estava amarrada com lençol, com as mãos para trás, ao lado dos dois filhos, um menino de 5 anos que dormia e uma menina de 2, assustada ao lado do corpo. “Quando eu cheguei, ela [a filha de 2 anos de Raquel] estava muito abatida, me viu e não falou nada. Quando ela me viu entrando, voltou a deitar”, relatou Isac.

A prima de Raquel conta que no dia seguinte, a filha de 2 anos da vítima foi levada ao hospital por apresentar machucados no rosto e no olho. Segundo ela, Emerson também tentou estrangular a criança.

Amigos e familiares acreditam que o crime tenha sido motivado por ciúmes. “O que ele fez não tem justificativa, a Raquel era uma pessoa amada por todos”, disse Isac.

Lobo na pele de cordeiro

Amigos e familiares de Raquel contam que Emerson não demonstrava ser violento e não aparentava fazer algum mal. Mas, segundo informações preliminares, Emerson já teria matado duas pessoas na Bahia e fugiu para São Paulo.

Nas redes sociais, amigos e parentes de Raquel receberam mensagens de pessoas que conheciam o assassino. “Meu Deus, esse cara sempre foi um monstro. Foi por isso que eu não queria falar com ele”, disse uma internauta.

Em outro comentário, uma mulher diz que Emerson tentou matar a sua filha. “Esse vagabundo do Emerson Borges aqui na Bahia, tentou matar minha filha também. Ele deu uma facada nela”.

Emerson foi detido na casa do tio quando cortava o cabelo na tentativa de mudar a aparência. O assassino está preso, indiciado por feminicídio no 1° DP de Carapicuíba.

ERRATA:
Inicialmente o Visão Oeste informou, equivocadamente, nesta terça-feira (11), que Emerson havia matado Raquel a facadas. A informação foi corrigida. Pedimos desculpas pelo erro.

Comentários