Bares e restaurantes de Osasco, Barueri e região poderão funcionar até às 22h

0
restaurante Osasco
A ocupação máxima continua em 40% e é proibida a permanência de clientes em pé / Foto: divulgação

Nesta quarta-feira (5), o governador João Doria (PSDB) anunciou que restaurantes, bares, padarias e similares poderão abrir até às 22h com consumo no local em Osasco, Barueri e em outros municípios de regiões do estado que estejam na fase “amarela” do Plano São Paulo.

publicidade

Segundo o governador, nesta quinta-feira (6), será publicado o decreto que autoriza a flexibilização no horário de funcionamento desses estabelecimentos. Até então, o atendimento presencial era permitido até as 17h. “Depois de rigorosa análise, o Centro de Contingência constatou que não houve impacto negativo dos indicadores epidemiológicos com a retomada gradual do consumo em restaurantes em regiões que estão na fase amarela do Plano São Paulo”, explicou Doria, em coletiva de imprensa.

A mudança anunciada representa ainda uma vitória para a categoria, que entrou na Justiça para solicitar a abertura no período noturno [link]. Segundo o SinHoRes Osasco – Alphaville e Região, o horário de funcionamento inicial, das 11h às 17h, trouxe prejuízos ao setor, em especial, para estabelecimentos que só funcionam durante a noite, como pizzarias, restaurantes japoneses, bares, entre outros.

publicidade

“Nossa pressão junto ao governo do estado deu certo. O impacto financeiro causado pela pandemia e as demissões em nosso setor têm sido enormes e a nossa luta para esse anúncio foi muito forte”, afirmou o presidente do sindicato empresarial, Edson Pinto.

Mesmo com a flexibilização no horário de funcionamento dos restaurantes, bares e similares, esses estabelecimentos só podem abrir por até 6 horas diárias, interruptas ou com intervalos. A ocupação máxima continua em 40% e é proibida a permanência de clientes em pé.

publicidade

Para evitar aglomerações, a recomendação é de que os clientes sejam atendidos conforme horários previamente agendados. Além da utilização de máscaras nos estabelecimentos, todos os demais protocolos de segurança devem ser seguidos à risca.

O SinHoRes destaca ainda a série de reuniões com representantes do governo do estado para conseguir a liberação do novo horário. “Enviamos ofícios e fizemos o mais completo e-book com os protocolos Covid-Free e outras dezenas de ações para mostrar ao governo o empenho do nosso setor em seguir todas as medidas de segurança impostas”, comemora o presidente do SinHoRes.

Comentários