Barueri proíbe caminhões no horário de pico em diversas vias de Alphaville/Tamboré

Barueri proíbe caminhões no horário de pico em diversas vias de Alphaville/Tamboré

8
Compartilhar
Alphaville

A Prefeitura de Barueri publicou o decreto 9.025, que determina a proibição da circulação de caminhões em diversas vias de Alphaville e Tamboré de segunda a sexta-feira, das 17h às 20h, horário de pico com a saída da maioria dos funcionários das empresas da região.

Os caminhoneiros que descumprirem a medida estarão sujeitos a multa de R$ 130,16 e quatro pontos na carteira nacional de habilitação, por infração média.

Vias de Alphaville com a circulação de caminhões proibida das 17h às 20h, de segunda a sexta (exceto feriados):

– Alameda Alphaville, no trecho entre o nº 1.555 e a Alameda Mamoré;
– Alameda Mamoré, em toda a extensão;
– Alameda Rio Negro, em toda a extensão;
– Alameda Grajaú, em toda a extensão;
– Alameda Itapecuru, em toda a extensão;
– Alameda Oiapoque, em toda extensão;
– Praça Oiapoque, em toda a extensão;
– Alameda Amazonas, em toda a extensão;
– Alameda Purus, em toda a extensão;
– Avenida Cauaxi, em toda a extensão;
– Alameda Madeira, em toda a extensão;
– Alameda Araguaia, no trecho entre a Av. Dr. Dib Sauaia Neto até a Alameda Juari;
– Avenida Piracema, no trecho entre a Alameda Rio Preto e Avenida Ceci, sentido bairro;
– Avenida Piracema, no trecho entre a Avenida Aruanã e Avenida Marcos Penteado Ulhoa Rodrigues, sentido Rodovia Castelo Branco;
– Avenida Aruanã, no trecho entre a Avenida Tucunaré e a Avenida Piracema, sentido São Paulo;
– Avenida Paiol Velho, no trecho entre a rotatória com a Avenida Eucaliptos e Alameda Amazonas, sentido Alameda Mamoré.

A restrição não atinge os caminhões utilizados em serviços de urgência, Correios, guincho, cobertura jornalística e manutenção e sinalização viária, entre outros.

A proibição também não se aplica aos veículos urbanos de carga (VUC), desde que cadastrados e autorizados pela Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana.

A restrição não vale nos feriados.

Compartilhar

Comentários

8 Comentários

  1. Sou caminhoneiro e entendo as necessidades de ambas as partes, porém a medida sem alternativas é extremamente prejudicial as empresas pagadoras de impostos de Barueri e também aos trabalhadores do ramo.
    Cada vez mais teremos galpões e centros de logística fechados na cidade. As empresas assim que possível irão migrar para lugares com melhores alternativas.

  2. Ullysses, faltou ler mais a respeito do tema, se não houver logística certamente não haverá transito na hora da saída das empresas, porque direta ou indiretamente os caminhões exerce fortíssimo impacto em toda economia e as empresas deixam de existir.

  3. Caminhão é um atraso para o Brasil!
    Não só pelo trânsito como pelo estrago que causam em nossas rodovias e Ruas.
    A solução é simples, utilizar nossa malha viária que é uma das maiores do mundo, fazendo o transporte por trens ou até mesmo por navios. Priozando o transporte em grandes centros pelos “VUC” e em último caso a utilização de grandes caminhões em horários que não prejudiquem a população.
    Parabéns Barueri-SP pela iniciativa.

  4. É muito fácil resolver o problema de Alphaville, aqueles canteiros no meio das pistas serve pra que: embelezar a cidade, plantam hoje é tiram a amanhã, sempre apresentando novos projetos (elefante branco) só dinheiro que rola, sem contar a fábrica de multas. O maior prejudicado vai ser às empresas e os motoristas que o invés de retornar para a empresa e depois para a sua vai ter que esperar o horário de rodízio. A empresa arcar com custos de horas extras…isto pra qu.em paga ou o motorista pegar banco de horas. Tem uma ponte que atravessa a Araguaia 10 anos e nada pronto só dinheiro que avós…ah! Faz uma outra ponte em cima do rio pelo lado de Barueri…fica a dica.

  5. Engracado nr ate o palito de dentes ou fio dental q vc usa chega ate o local onde vc compra por caminhao. Na verdade seria melhor mesmo proibir logo o transporte de cargas por caminhao ai vc ia receber tudo q vc usa por drones .

  6. Faltou mencionar que o bairro do Alphaville é um importante pólo logístico e que as empresas podem migrar para Indaiatuba, que certamente estará de braços abertos para recebê-las

  7. Faltou incluir a rua da Prata, um transtorno caminhão carreta, saem do pátio no jd.tupanci acessando a castelo branco, tem que direcionar pela chácara Marco estrada dos romeiros fica o manifesto.

Faça seu comentário

Mais notíciasMulher é encontrada morta com a filha de 2 anos no colo em Santana de Parnaíba
Mais notíciasExigência de simulador para obter CNH deixa de valer