Início Cidades Barueri Barueri tem o combustível mais caro na região e preço do etanol...

Barueri tem o combustível mais caro na região e preço do etanol fica acima de 70% do da gasolina também em Osasco, Carapicuíba e Cotia

1
Foto: Roberto Parizotti/FotosPublicas

Os postos de Barueri têm os preços médios da gasolina comum e do etanol mais caros entre quatro cidades da região que constam em levantamento da Agência Nacional de Petróleo (ANP).

publicidade

O valor médio do litro do etanol está acima de 70% do da gasolina nos postos baruerienses e também em Osasco, Carapicuíba e Cotia. Especialistas apontam que vale a pena abastecer com etanol se o preço dele for, no máximo, 70% do da gasolina, já que tem uma queima maior e é consumido mais rapidamente.

Este ano, a gasolina já sofreu nove aumentos no país. Os reajustes feitos pela Petrobras passam de 45%.

publicidade

Em Barueri, o preço médio da gasolina comum era de R$ 5,749 e do etanol, R$ 4,293, segundo dados da ANP com base em valores cobrados até o dia 15 de agosto. A proporção do preço do etanol ao da gasolina chega a 74,7%.

Em Osasco, a média do valor da gasolina comum atingiu R$ 5,592 e do etanol, R$ 4,231 (75,6% do valor da gasolina).

publicidade

ICMS

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e governadores atribuem um ao outro a culpa pelos sucessivos aumentos nos preços dos combustíveis. O governo Bolsonaro tem pressionado os estados pela redução ou até o fim da cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Já governadores criticam a política de preços adotada pelo governo federal para os combustíveis. “O presidente se rendeu ao mercado internacional, dolarizou a Petrobras, e para quê? Temos petróleo produzido aqui, nossa moeda é o real. Mas, nesse governo, o dólar saiu de R$ 2 e pouco para R$ 5, isso é um absurdo”, declarou governador do Ceará, Camilo Santana (PT).

O governador paulista, João Doria (PSDB) afirmou que “o ICMS é responsável por uma pequena fatia. Aqui, no caso de São Paulo, é uma fatia de 13,3%. Não é cabível que o presidente queira vulnerabilizar o equilíbrio fiscal dos estados, transferindo a responsabilidade para os estados, pela eliminação ou redução do ICMS do combustível”.

Preço médio do litro da gasolina e do etanol comuns em Osasco, Barueri, Carapicuíba e Cotia:
Reprodução

Comentários