Bolivianos resgatados de trabalho escravo em Osasco tinham jornada de mais de...

Bolivianos resgatados de trabalho escravo em Osasco tinham jornada de mais de 80h semanais e ganhavam menos que o salário mínimo

0
Compartilhar
trabalho escravo osasco
Local onde os bolivianos trabalhavam, no Helena Maria / Foto: divulgação/Polícia Civil

Um casal, que mantinha trabalhadores bolivianos em situação análoga à escravidão, foi preso pela Polícia Civil de Osasco, nesta segunda-feira (5). A ação foi deflagrada por agentes do 10° Distrito Policial da cidade, após duas vítimas denunciarem seus empregadores, ambos de 30 anos e também de nacionalidade boliviana.

O homem denunciado foi abordado na rua Clemente Caldareli Filho, no bairro Helena Maria, quando saía para levar seus dois filhos, de 5 e 9 anos, ao colégio. O suspeito franqueou a entrada dos agentes na residência, onde foram encontradas máquinas de costura, sacolas de tecidos e embalagens com etiquetas, além de um caderno com anotações da contabilidade.

Solicitado os registros profissionais das vítimas, foram apresentadas apenas minutas de contrato não assinadas pelos trabalhadores e em desacordo com as leis trabalhistas brasileira.
De acordo com o apurado, os criminosos traziam os bolivianos de seu país prometendo ganhos altos e chegando aqui faziam o contrário.

Publicidade

Sem familiares no Brasil, as vítimas ficavam à mercê do casal e eram submetidas a uma jornada exaustiva de trabalho, totalizando 80 horas semanais, com salários abaixo do mínimo brasileiro.

Os materiais encontrados no imóvel foram apreendidos e foi solicitada perícia ao local. O casal foi preso em flagrante e levado à delegacia. Além disso, o Conselho Tutelar foi acionado para o acolhimento das crianças.

O caso foi registrado como redução a condição análoga à de escravo e localização/apreensão de objeto. O casal foi conduzido à cadeia pública, onde permanecem à disposição da Justiça.

Compartilhar

Comentários