Compartilhar

Comerciantes da região central de Osasco esperam aumentar o faturamento com a chegada da Uninove. O campus da instituição na cidade, na esquina das ruas Dante Batiston e Pedro Fioretti, deve começar a funcionar no segundo semestre.

Leia também:
Saiba quais cursos serão oferecidos pela Uninove em Osasco

A perspectiva é que o campus da Uninove em Osasco gere uma circulação de até 15 mil pessoas por dia no local.

“Hoje recebemos uma média de 200 pessoas por dia. Com o campus, a gente espera receber pelo menos o dobro”, afirma Thiago Ribeiro, proprietário do restaurante Bom Sabor, na rua Dante Batiston.

Fernanda Vettilo e Thiago Ribeiro, proprietários do restaurante Bom Sabor

Publicidade

O proprietário de uma lanchonete vizinha, Carlos Suzuki, espera quadruplicar a clientela. “Estamos numa expectativa muito grande. Hoje atendemos de 40 a 50 pessoas por dia. Com a faculdade, se eles ficarem até o período da noite, a gente aguarda passar a atender 200 pessoas, no mínimo”.

Para atender ao aumento da demanda, Thiago Ribeiro deve ampliar o horário de funcionamento e o número de funcionários. “A expectativa é grande. Hoje serviços almoço e, com a Uninove, planejamos passar a oferecer café da manhã e janta também”, afirma Thiago Ribeiro.

“Vamos contratar mais pessoas, aumentar o espaço. Hoje temos seis funcionários e esperamos dobrar também a quantidade de colaboradores. A gente está se programando para a chegada dessa galera”, completa.

Carlos Suzuki também planeja um aumento no número de funcionários. “Hoje somos eu e mais dois. Espero aumentar entre três e seis”.

“Correndo atrás”

Hilton Cavalcante Santos planeja melhorias em sua banca de jornal para atender ao aumento da clientela

Dono de uma banca de jornal em frente ao futuro campus, Hilton Cavalcante Santos está “correndo atrás” de melhorar seu negócio para atender ao esperado aumento da clientela. “Estou correndo atrás de melhorar a banca, o ambiente, e ter mercadorias novas, mais itens de papelaria”, diz.

Hilton trabalha no local há 15 anos. “Atendo em torno de 300 a 400 pessoas por dia. Espero aumentar bem esse público, principalmente em serviços como xerox, impressão, recarga [de celular], essas coisas”.

Para os comerciantes, a chegada do campus vai transformar a realidade na vizinhança. “Essa rua aqui hoje é meio parada, mas com a faculdade essa rua vai se tornar uma referência aqui no Centro de Osasco”, afirma Thiago Ribeiro, do restaurante Bom Sabor, na rua Dante Batiston.

Comentários

4 Comentários

  1. Concordo! Espero um controle quanto a isso, pois sempre que vou levar um parente tinha que deixar o carro na rua. Agora que tá liberado, vêm mais uma situação que pode acontecer que professores folgados e com as falcatruas de funcionários venham tomar a vaga de um pai ou familiares que vêm trazer alguém e não ter vaga. Vou ficar de olho!

  2. Achei um absurdo a prefeitura de Osasco aceitar que um prédio nessa proporção ocupasse o espaço desde a calçada. Não acharei absurdo deixarem que estudantes e professores parem no estacionamento que deveria ser para usuários do Hospital.
    Não temos plano diretor, não temos administradores, nem temos pessoas coerentes na Prefeitura de Osasco.
    Será o caos nos horários de pico, principalmente a tarde naquela região.

Faça seu comentário