Com aprovação em queda e sob ataques de tucano, Doria recebe título de Cidadão Osasquense hoje

0

Com a aprovação em queda e sob ataques do vice-presidente nacional do PSDB, Alberto Goldman, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), deve vir a Osasco na noite desta segunda-feira, 9, receber título de Cidadão Osasquense.

publicidade

A honraria será entregue por intermédio do presidente da Câmara, Dr. Lindoso (PSDB). Na Justificativa para a homenagem, Lindoso declarou, como prefeito da Capital, as ações de Doria “influenciam diretamente no desenvolvimento de todos os municípios vizinhos, notadamente nossa cidade de Osasco, do Estado de São Paulo e da Nação”.

Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo, 8, pela Folha de S. Paulo mostra Doria com 32% de aprovação, a mais baixa desde o início da administração, em janeiro. Ele aparece ainda com 26% de rejeição e 40% de apreciação regular.

publicidade

Na pesquisa anterior, há quatro meses, Doria tinha 41% de ótimo/bom, 22% de ruim/péssimo e 34% de regular.

Sobre uma possível candidatura de Doria à presidência em 2018, 55% afirmam que não votariam no prefeito para presidente. A margem de erro da sondagem é de 3 pontos. Foram entrevistadas 1.092 pessoas.

publicidade

Doria disse que a queda na pesquisa ocorre pela falta de recursos para realizações no município, fruto da “herança do PT”, do ex-prefeito Fernando Haddad. Ele também negou que esteja articulando para ser candidato a presidente em 2018.

“Doria é ambicioso, vaidoso, um cidadão sem escrúpulo”, diz vice-presidente nacional do PSDB 

Além da queda na popularidade, Doria enfrenta uma troca de farpas públicas com Alberto Goldman, vice-presidente nacional de seu partido, o PSDB.

Em vídeo, Goldman declarou que São Paulo estava “sem prefeito”. “O prefeito ainda não nasceu depois de nove meses. Nasceu sim um candidato à presidência da República”.

Doria rebateu, chamando Goldman de “improdutivo” e “fracassado”, que “vive de pijamas”.

Goldman respondeu: “Doria publica um vídeo contra mim em tom bastante raivoso, prepotente, arrogante, preconceituoso. Me acusa de ser velho. Sou velho, mas não sou velhaco. Sou leal, tenho dignidade, respeitado e tenho compromisso com meu povo”, afirma Goldman.

“Doria não responde a questão principal que coloquei no meu vídeo. A própria prova disso (da acusações de utilizar o cargo como trampolim político) é a agenda dele deste final de semana. Esse é o prefeito que a cidade elegeu, que deixou a cidade às traças”.

Em entrevista a O Globo, o vice-presidente nacional do PSDB declarou que Doria é “um sujeito muito ambicioso, vaidoso, um cidadão sem escrúpulo”.

Doria evitou novas farpas com Goldman, dizendo neste domingo que o caso é “assunto encerrado”.

Comentários