Comerciante cobra dívida de R$ 10 e é morto por cliente em Cotia

1
Pedro (à esquerda) comprou refrigerante de R$ 10 fiado e matou Nilton quando o comerciante cobrou a dívida

O comerciante Nilton Santos de Souza, de 46 anos, foi morto após cobrar uma dívida de R$ 10 de um cliente que comprou fiado, em Cotia.

A dívida era referente à venda de um refrigerante vendido fiado no mercadinho de Nilton a Pedro Henrique Barbosa, de 20 anos. Os dois se encontraram em um bar, o comerciante cobrou a dívida e foi atacado com um golpe de canivete no peito. O caso aconteceu no Jardim Nossa Senhora das Graças.

Uma testemunha contou à reportagem do “Balanço Geral”, da Record TV (assista abaixo), sobre a conversa dos dois antes do crime: “[Nilton falou] ‘aquele negócio que você ficou de pagar, você não me pagou, e faz dois meses’. Ele [Pedro] falou: ‘eu não, já te paguei’. O Nilton falou: ‘não, você não me pagou, porque quem está lá no mercado sou eu e eu não recebi. Ele [Pedro] falou: ‘então, amanhã eu vou lá e pago’. Aí ele [Nilton] falou: ‘então, amanhã a gente conversa’. O Nilton ficou de pé. Aí ele foi e deu um soco no Nilton. A gente achou que era um soco, mas não foi soco que ele deu, ele já deu o canivete no peito do Nilton”.

Publicidade

Nilton chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital Geral de Cotia, mas não resistiu aos ferimentos. Pedro Henrique foi localizado e detido pela Polícia Militar pouco depois.

No entanto, o criminoso já foi liberado da prisão pela Justiça para responder ao processo em liberdade.

Comentários