Início Brasil Companheiro de Letícia Gil, repórter do “Brasil Urgente”, é morto em assalto

Companheiro de Letícia Gil, repórter do “Brasil Urgente”, é morto em assalto

0
marido leticia gil datena
Letícia Gil, na tela o companheiro dela, Luciano Bomba, e Datena / Fotos: reprodução / Band

O professor de jiu-jitsu Luciano Bezerra foi morto em um assalto na noite deste domingo (8), na Casa Verde, zona Norte de São Paulo. Conhecido como Luciano Bomba, ele era companheiro de Letícia Gil, repórter do “Brasil Urgente”, da Band.

publicidade

O apresentador José Luiz Datena informou nesta segunda que a jornalista ficará afastada por um período e que a Band está prestando suporte para a profissional.

Na noite do crime, Luciano Bomba estava em uma moto de alta cilindrada. Perto do semáforo, um homem desceu de um carro com itens de reciclagem, o abordou, roubou seus pertences, a moto e atirou na cabeça dele, mesmo sem o esportista ter reagido, segundo testemunhas. Em seguida, o bandido fugiu com a moto. A Polícia Civil investiga o crime.

publicidade

Datena lamentou a morte e manifestou pesar a Letícia Gil: “O rapaz era companheiro dela, eles viviam juntos. Nossa Letícia Gil é uma repórter fantástica, um ser humano fantástico. Nosso pesar a ela, infelizmente hoje a violência que está nas ruas chegou à nossa casa. É muito triste. Que a Letícia seja amparada por Deus, pelos seus parentes e já está contando com a atenção do Grupo Bandeirantes de Comunicação, se dispondo a prestar todo auxílio que necessite a nossa grande repórter que vai ficar um tempo afastada porque perdeu o companheiro, não é brincadeira”.

O velório e enterro do corpo do professor de jiu-jitsu serão realizados na manhã desta terça-feira (10), no cemitério da Vila Nova Cachoeirinha, em São Paulo.

publicidade

Comentários