Coronavírus mata mais uma profissional de enfermagem em Carapicuíba

0
enfermeira carapicuíba coronavírus
Reprodução

A auxiliar de enfermagem Maria Aparecida Duarte, mais conhecida como Cidinha, que trabalhava no Pronto Socorro da Cohab II, em Carapicuíba, morreu na madrugada deste domingo (3) em decorrência do novo coronavírus.

Cidinha expressava nas redes sociais o amor pela profissão: “Como amo tudo o que eu faço. É muito gratificante”, declarou, em uma das postagens.

Reprodução

“Como fica o nosso psicológico mental? Como lidar diante dessa situação? E ainda tem muitos que não acreditam nesse demônio”, lamentou o socorrista do SAMU José Lopes, colega de Cidinha.

Publicidade

Cidinha é a segunda profissional da enfermagem de Carapicuíba a morrer vítima da covid-19. No mês passado, a enfermeira Tatiane Ferraregi, que trabalhava no Hospital Geral de Carapicuíba, morreu aos 36 anos, após mais de duas semanas na UTI.

enfermeira coronavírus carapicuíba
Foto: reprodução

Amigo de Tatiane, que morava em Taboão da Serra, Joel Coelho postou um desabafo sobre a morte da enfermeira que viralizou nas redes sociais. “Tatiane não era grupo de risco e, mesmo assim, esse maldito vírus tirou sua vida (…) Fica um alerta para quem acha que essa doença não é perigosa e que só mata quem está no grupo de risco”.

Outro profissional da Saúde que não resistiu à covid-19 na região é o dirigente sindical Luiz Claudio Bernardo, o “Luizão”, do Sindicato Único dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Osasco e Região (SUEESSOR), que morreu no dia 24 de abril.

sindicalista osasco covid-19
Reprodução

“Dirigente íntegro e sempre dedicado a atender as causas de nossa categoria, deixa hoje, mãe, irmão, esposa e filho”, declarou, em nota, o SUEESSOR.

 

Comentários