Em Barueri, foi publicado dia 11 o decreto do prefeito Rubens Furlan (PSDB) que cria a Ronda Ostensiva Municipal (Romu). Trata-se de uma espécie de “tropa de elite” da Guarda Civil Municipal (GCM) focada em atuar em áreas de maior incidência criminal, de acordo com a administração municipal.

publicidade

“A Romu atua nos locais em que há uma maior incidência criminal, conforme os estudos realizados pelo Departamento de Gestão Estratégica (DGE) da corporação. A Romu também age em ocorrências de maior vulto, apoiando as demais viaturas da Guarda”, destacou o comandante da Guarda Civil Municipal de Barueri, Marcus Guedes.

Para ingressar na Romu, os GCMs devem cumprir requisitos como ter no mínimo dois anos no cargo, estar no mínimo no comportamento considerado “bom” no órgão e não ter sofrido nos últimos dois anos penalidade disciplinar de suspensão, entre outras.

publicidade

As equipes da Romu atuam em veículos modelo Toyota/ Hilux Sw4 na cor azul marinho (característica da corporação) e com o brasão do Batalhão da Guarda, faixa quadriculada (nas cores preta e branca), que é o símbolo internacional de Polícia e a inscrição “Romu” nas portas e no capô. Os veículos reforçam o patrulhamento no município desde janeiro.

Armas e equipamentos

Cada guarnição da Romu conta com no mínimo três componentes, armados com pistolas .380, espingardas calibre 12, espingardas Safir T-14, além de equipamentos de letalidade reduzida como espargidores de gás de pimenta e máquinas de choque para imobilização.

publicidade

A prefeitura não divulgou quantas viaturas foram destinadas especificamente à Romu. De acordo com a secretária de Segurança e Mobilidade Urbana de Barueri, Regina Mesquita, somadas a os veículos da Romu somados das da GCM totalizam uma frota de mais de 50 veículos.

“Estas viaturas estão sempre em patrulhamento ou operação e contam com o efetivo de mais de 100 guardas em cada plantão”, relatou.

Além da Romu, o decreto 8.515, do prefeito Rubens Furlan, determina a criação do Grupo Tático de Motos (GTM) na Guarda Municipal.

Barueri tem início de ano mais seguro desde 2012

De acordo com estatísticas divulgadas no final de fevereiro pela Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), Barueri teve o início de ano mais seguro em cinco anos. Na comparação com o primeiro mês de cada um dos últimos quatro anos, 2017 apresentou o mês de janeiro com menor registro de crimes.

Somados, os principais crimes contra o patrimônio (roubo, roubo de veículo, furto e furto de veículo) na cidade caíram 15% em relação às ocorrências do mesmo período de 2016. Quando calculada a média destes crimes nos meses de janeiro do último quadriênio, a diminuição em 2017 foi exatamente a mesma: 15%.

Com relação a janeiro do ano passado, Barueri reduziu o número de roubos de veículos (-35,2%), furtos de veículos (- 32,6%) e outros furtos (- 13,6%). O menor recuo foi entre outros tipos de roubo (- 8,1%), que em todo o Estado de São Paulo aumentaram em 3,2%.

Prevenção 

Para a secretária de Segurança e Mobilidade Urbana de Barueri, Regina Mesquita, ações preventivas de impacto adotadas pela pasta logo no início do ano contribuíram com a queda da criminalidade na cidade já em janeiro.

“No terceiro dia útil de 2017, conseguimos colocar em funcionamento todas as câmeras de vigilância do circuito de videomonitoramento. Na mesma data, a Guarda Municipal fez uma megaoperação de segurança em conjunto com a Polícia Militar”, citou Regina, explicando que ações conjuntas também envolveram a Polícia Civil e guardas municipais de cidades vizinhas.

No monitoramento, além das 263 câmeras, o sistema passou a ter acesso em tempo real ao conteúdo registrado pela base móvel (micro-ônibus).

Com auxílio do Ciprodam (Centro de Tecnologia da Informação e Processamento de Dados da Prefeitura de Barueri), as câmeras privadas de vigilância de Alphaville também foram interligadas ao circuito da Guarda.

A secretária de Segurança  também ressaltou mudanças operacionais na Guarda como a escala que permite manter em serviço, 24 horas por dia, 50 viaturas e 100 agentes e a implantação da Romu (Ronda Ostensiva Municipal).

“O serviço de inteligência foi reativado e planejou ações como na Feira Noturna para inibir ocorrências de perturbação ao sossego público”, afirmou.

Ocorrências em Barueri jan/17 jan/16 jan/15 jan/14 jan/13
ROUBO – OUTROS 101 110 119 108 72
ROUBO DE VEÍCULO 11 17 38 35 24
FURTO – OUTROS 183 212 206 206 208
FURTO DE VEÍCULO 31 46 47 55 37
(Fonte SSP/SP) TOTAL) 326 385 410 404 341
Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui