“Deus me deu, Deus tirou”, diz mãe de Marília Mendonça

0
Reprodução

Ruth Moreira, mãe de Marília Mendonça, se manifestou nas redes sociais na madrugada desta segunda-feira (8), sobre a morte da filha, em um acidente de avião no interior de Minas Gerais, na sexta (5). “Deus me deu, Deus tirou”, postou ela.

publicidade

“Tudo é dEle, por Ele, para Ele. Deus me deu, Deus tirou. Bendito seja o nome do Senhor”, postou ela nos Stories no Instagram, junto a uma foto das duas quase dando um selinho. Ao fundo, a música ‘Jó’, de Midian Lima.

Reprodução

Marília Mendonça e a mãe eram muito unidas e frequentemente declaravam o amor que sentiam uma pela outra em postagens, incluindo vídeos cantando juntas.

publicidade

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Ruth Moreira (@ruthmoreira67)

publicidade

Neste domingo (7), milhares de fãs, além de amigos e parentes, compareceram ao velório de Marília Mendonça, em Goiânia. Ônibus com equipes de vários artistas estacionaram nos arredores do ginásio. Marcaram presença no velório outros nomes do ritmo sertanejo como Maiara e Maraisa, Henrique e Juliano e Di Paullo e Paulino. Foram recebidas coroas de flores assinadas por Zezé di Camargo, Chitãozinho e Xororó, Bruno e Marrone, Zé Neto e Cristiano, entre outros.

Houve orações. Maiara e Maraisa cantaram o sucesso “Esqueça-me se for capaz”, gravada em parceria com Marília Mendonça. Henrique e Juliano também fizeram sua homenagem com a música “Flor e o beija-flor”. Do lado de fora do ginásio, fãs se reuniram e entoaram diversas canções. Já o enterro aconteceu em cerimônia reservada a familiares.

Marília Mendonça morreu na sexta (5), aos 26 anos, após sofrer um acidente de avião. Ela se deslocava para a cidade de Caratinga (MG) onde faria um show à noite. Todos os cinco tripulantes morreram. Além da cantora sertaneja e de seu tio, estavam na aeronave seu produtor Henrique Ribeiro, o piloto Geraldo Martins de Medeiros e o co-piloto Tarciso Pessoa Viana. 

queda avião marília mendonça (1)
Reprodução

Investigações para apurar as causas do acidente já estão sendo conduzidas pela Polícia Civil de Minas Gerais e pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão do Comando da Aeronáutica.

Comentários