Dez são condenados a até 7 anos de cadeia por esquema de fraude no Bilhete Único

0
bilhete único
Foto: reprodução

A 10ª Vara Criminal da Capital condenou, na terça-feira (27), dez pessoas por falsificação de cartões de Bilhete Único da SPTrans, associação criminosa e corrupção de menores. As penas variam entre cinco e sete anos de prisão, inicialmente em regime fechado.

publicidade

Nos autos, consta que os acusados colocavam créditos falsos nos bilhetes e ofereciam aos passageiros, que compravam, utilizavam os cartões nas catracas das estações e os devolviam em seguida.

“A associação criminosa constituída pelos réus perdura durante tempo considerável, possibilitando a ocorrência repetida de delitos e, por conseguinte, a maximização de seus danos na sociedade, denotando alta periculosidade e organização acentuada”, declarou o juiz do processo, Marcelo Matias Pereira.

publicidade

Dos dez acusados, sete deles foram detidos durante uma operação policial que apreendeu mais de 900 cartões. Somente este esquema de fraude teria gerado mais de R$ 200 mil em prejuízo para a SPTrans. Os réus condenados, incluindo um menor de idade, podem recorrer da sentença.

 

publicidade

Comentários