Dona de autoescola é presa em Carapicuíba por fraudar aulas com moldes de silicone

6
moldes silicone autoescola detran carapicuíba

Uma autoescola de Carapicuíba foi flagrada pela fiscalização do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) nesta quarta-feira (7) utilizando moldes de silicone para fraudar a presença de alunos em aulas. A proprietária da autoescola foi presa em flagrante.

A fiscalização constatou que três aulas práticas abertas não estavam sendo ministradas e apreendeu moldes de silicone, usados para abertura e fechamento de aulas sem a presença do aluno.

As irregularidades no processo de habilitação foram constatadas por meio do e-CNH, sistema eletrônico de registro de aulas por meio da digital dos cidadãos. O sistema permite ao Detran.SP rastrear todas as etapas de habilitação, desde as aulas teóricas até a presença dos alunos nas aulas práticas, veículos utilizados e instrutores escalados.

Publicidade

O caso foi registrado em boletim de ocorrência por inserção de dados falsos em sistema de informações, crime previsto no artigo 313-A do Código Penal, com previsão de pena de 2 a 12 anos de reclusão. Os envolvidos, tanto os responsáveis pelos CFCs como os candidatos à habilitação, responderão a inquérito policial.

A autoescola terá suas atividades suspensas preventivamente por 60 dias e responderá no Detran.SP a um processo administrativo que pode resultar em descredenciamento. Como garante a Constituição Federal, a empresa tem direito a apresentar defesa antes da conclusão do processo.

O Detran.SP realiza regular e periodicamente diligências e fiscalizações em parceiros como CFCs, médicos e psicólogos credenciados e em locais de exames práticos a fim de coibir eventuais fraudes e irregularidades no processo de habilitação.

Suspeitas de irregularidades podem ser denunciadas à Ouvidoria do Detran.SP pelo portal www.detran.sp.gov.br ou diretamente no link a seguir http://bit.ly/1ZfLWnf. É garantido sigilo absoluto ao denunciante.

Comentários